'Maluco', Michael comemora 100ª partida pelo Flamengo com artilharia: 'Não imaginei nos melhores sonhos'

·1 min de leitura


Os dois gols e a assistência para Bruno Henrique já seriam suficientes para Michael ser o "cara' da vitória por 4 a 0 sobre o São Paulo, no Morumbi - algo que o Flamengo não conseguia há 10 anos. Mas, além disso, o atacante se divertiu em campo e pôde celebrar o 100º jogo vestindo o Manto alcançando a artilharia do Campeonato Brasileiro. São 13 gols do camisa 19, que comentou.

- Muito feliz. Pela vitória, pelos gols. Nos melhores sonhos eu não imaginei chegar a 100 jogos e estar com 13 gols no Brasileirão. Só tenho a agradecer ao clube, aos torcedores, minha família. Trabalhar, se dedicar, não abaixar a cabeça, pois o jogo muda. Quando estou em cima não sou melhor que ninguém. Quando estou embaixo, também não sou pior - disse à TV Globo.

A irreverência do atacante foi além dos gols e assistências. Ainda no primeiro tempo, ao dominar bola de letra - algo que já fez em outros momentos da temporada -, Michael foi "cobrado" pelos jogadores do São Paulo, em especial Reinaldo, que estava com dificuldades para marcar os atacantes do Flamengo.

Na ida para o intervalo, Michael comentou o lance, reforçando que não houve deboche ou desmerecimento aos adversários.

- (Reinaldo) Mandou jogar eu joguei. O Rogério me conhece. Eu sou assim mesmo. Sou maluco? Sou, mas não vou desmerecer ninguém. Eu jogo assim, para me divertir.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos