Mais forte, Hyoran diz que sonhou com 'quase' gol em sua estreia

Meia ganhou 5kg enquanto não jogava e entrou bem contra a Ponte Preta. Ele teve a última chance do jogo de quarta no Moisés Lucarelli, mas Aranha fez uma boa defesa

Mais forte, Hyoran diz que sonhou com 'quase' gol em sua estreia

Meia ganhou 5kg enquanto não jogava e entrou bem contra a Ponte Preta. Ele teve a última chance do jogo de quarta no Moisés Lucarelli, mas Aranha fez uma boa defesa

A estreia de Hyoran no Palmeiras rendeu ao meia uma noite de sono inquieto. Apesar da boa atuação no segundo tempo contra a Ponte Preta, o camisa 28 não esquece a última chance que teve no jogo de quarta, quando parou em uma boa defesa de Aranha.

- Rolei umas cinco vezes na cama para cada lado, sonhei, imaginei como seria, seria um sonho na estreia fazer um gol, mas foi uma boa partida. O resultado não foi o que a gente almejava, mas foi gratificante para mim jogar bem - afirmou o jogador em entrevista na Academia de Futebol.

- Aquele momento realmente o Aranha foi muito bem e me surpreendeu. Como eu bati já estava saindo para comemorar. Fiquei feliz com a atuação, me senti bem na estreia, entrei em uma situação difícil com um a menos e perdendo. A derrota não foi legal, mas desempenhei legal o papel que o Edu pediu e por um detalhe não conseguimos o empate - acrescentou.

Contratado por R$ 7 milhões da Chapecoense, o meia não foi inicialmente inscrito no Campeonato Paulista. O clube aproveitou o período para fazê-lo ganhar massa muscular. Ele ficou 5kg mais forte e entrou na vaga de Arouca no Estadual. O atleta já sente diferenças pelo trabalho que fez no Verdão.

- Agregou um pouco de tudo. A força e agilidade me ajudam até em dribles, divididas eu me sinto mais preparado. Temos jogos do Paulista, e Libertadores, que são mais duros. O ganho de massa nestes são bons para jogos de contato - explicou.

- Tive que comer bastante, me cuidar bastante e trabalhei bastante. Tenho de agradecer a todos do Palmeiras que deram este suporte. Alguns acharam que quando fiquei fora da lista do Paulista ia me abater, mas serviu para dar força e fazer o trabalho que o Palmeiras fez para mim. Agradecer fisiologia, preparação física, nutrição, porque com eles fizemos um trabalho legal de ganho de massa e estou me sentindo muito bem - completou.









E MAIS:

Leia também