Maioria dos clubes aprova, e Brasileirão 2021 terá limite para troca de técnicos; entenda

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Os dias de 'dança das cadeiras' dos treinadores brasileiros estão contados? Bem, podemos estar testemunhando, nesta quarta-feira (24), o nascimento de uma 'nova era' na forma como os clubes gerenciam as trocas de comando em suas comissões: pela primeira vez na história do Brasileirão, haverá um limite no número de mudanças que uma equipe poderá fazer em sua área técnica.

De acordo com a apuração do globoesporte.com, a proposta foi apresentada aos clubes da Série A pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, em reunião realizada recentemente entre as partes. A votação foi acirrada mas, com 11 votos favoráveis e 9 contrários, acabou sendo aprovada a medida que limitará as trocas de comando por parte dos clubes e dos treinadores.

Brasileirão 2021 terá limite de troca de treinadores | Bruna Prado/Getty Images
Brasileirão 2021 terá limite de troca de treinadores | Bruna Prado/Getty Images

Cada time só poderá ter dois treinadores ao longo da disputa do Brasileirão 2021, ou seja, permite-se apenas uma troca de comando por clube durante a competição. Ao mesmo tempo, cada técnico só poderá treinar duas equipes distintas da Série A: se pedir demissão uma vez, poderá se reposicionar no mercado de treinadores da elite nacional, mas caso esse enredo se repita uma segunda vez, não poderá voltar a trabalhar no torneio na temporada em curso.