Maior vítima de Pelé, Corinthians endossa homenagens e luto pela despedida do Rei

Pelé e Rivellino no último clássico disputado pelo Rei, em 1974 (Foto: Reprodução)


De todos os adversários que já enfrentou na carreira, nenhum deles sofreu tanto com Pelé quanto o Corinthians. Mesmo assim o Timão foi mais um dos clubes brasileiros a prestar condolências pelo falecimento de Edson Arantes do Nascimento aos 82 anos, por complicações de um câncer, nesta quinta-feira (29).

Por meio de suas redes sociais, o Timão valorizou o fato de ter tido o Rei como um de seus principais adversários.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.


+ Em luto, Palmeiras destaca 'rivalidade sadia' com Pelé em tempos áureos e enaltece legado do Rei

- Foi uma honra tê-lo como adversário nos grandes clássicos de uma carreira de sucesso inquestionável que o consagrou como o melhor jogador de futebol de todos os tempos - destacou o clube do Parque São Jorge em texto oficial.

Ninguém sofreu mais gols de Pelé que o Corinthians. Foram 49 tentos em 47 clássicos oficiais disputados no período em que o Rei atuou com a camisa do Santos.

Fora isso, durante toda a sua trajetória no futebol brasileiro, entre 1957 e 1974, o Timão permaneceu em seu incômodo jejum de títulos.

Para piorar, o Alvinegro paulistano ainda ficou 12 sem vencer o rival praiano em confronto válido por qualquer competição que seja, entre 1957 e 1968.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.