Maior pontuador no vôlei da França, brasileiro celebra salto na carreira

LANCE!
·2 minuto de leitura


Um novo país, um novo campeonato, uma língua diferente. Nada disso foi capaz de intimidar o oposto Daniel Cagliari em sua primeira temporada no Cambrai, da França. O brasileiro é o maior pontuador da Ligue A, o campeonato nacional francês, além de colecionar MVP's nas partidas. Com apenas 22 anos, ele já pensa em alçar voos mais altos na carreira.

A pandemia foi um fator determinante na temporada, principalmente pelo tempo que os atletas foram obrigados a ficar parados. Mas nem mesmo o prejuízo físico foi suficiente para atrapalhar os planos de Cagliari, responsável por 307 pontos na Ligue A.

- Acho que a preparação aqui foi muito boa. Depois de praticamente seis meses sem jogar, tivemos uma boa e forte pré-temporada, com muitos amistosos para poder começar o campeonato com o melhor ritmo possível, acho que isso nos ajudou bastante. É a minha primeira temporada fora do Brasil, um campeonato novo, então, posso dizer que não estava entre as minhas principais expectativas (ser o maior pontuador), mas estou muito feliz por ter alcançado esse feito - disse Cagliari.

Dentro e fora de quadra, Cagliari teve de se adaptar à nova realidade. Ele contou o que mais sentiu dificuldade na mudança para a França, além de destacar o que mais chamou a atenção em quadra.

- Acho que foi o idioma. Na verdade, ainda estou aprendendo e me adaptando, mas tirando isso acho que foi uma adaptação tranquila, sem maiores dificuldades. Dentro de quadra, para mim, a diferença mais marcante é o equilíbrio do campeonato, do primeiro ao último colocado tudo pode acontecer, todo jogo é muito difícil - explicou Cagliari, que falou sobre dois sonhos, um já realizado e o outro que parece estar a caminho:

- Sempre foi um sonho jogar na Europa. Agora que atingi essa meta, acho que o meu principal objetivo é buscar o meu máximo sempre, e buscar o nosso melhor como equipe nessa temporada, para depois pensar nos próximos passos. Acho que não é clichê falar que é o sonho de todo jogador profissional é chegar à Seleção Brasileira. Sei que sou jovem e ainda tenho muito a evoluir, mas espero um dia poder realizar esse sonho.