Maior audiência da história e 3 mil camisas vendidas em 12 horas: Flu comemora números de lançamento


O primeiro lançamento de coleção de uniformes feito por uma live na história foi um sucesso para o Fluminense. Quase 24 horas depois do início da apresentação através do canal no Youtube, o clube divulgou os principais números da ação. As camisas foram tão aprovadas pelos torcedores que o Tricolor recebeu cerca de 3 mil pedidos em 12 horas entre compras no site e na modalidade "Drive Flu", com pedidos feitos pelo WhatsApp de algumas lojas de shoppings e retirada do produto sem sair dos automóveis.

A transmissão ao vivo atingiu um pico de 33,7 mil pessoas simultâneas assistindo, com 287 mil visualizações - número maior do que o de inscritos no canal. Foram quase 1 milhão de impressões, indicador que traduz o número de vezes em que o conteúdo foi exibido na plataforma. Estes números consolidam a live como o vídeo de maior audiência da história da FluTV, atingindo um terço do número total de visualizações do mês de janeiro inteiro - que havia sido o melhor mês do ano. O canal ainda chegou a 202 mil inscritos, com mais de 10 mil novos seguidores apenas nesta quarta-feira e 17 mil novos inscritos desde o início da divulgação da live.

O sucesso foi refletido também no sócio-torcedor. Em comparação a média diária de adesões de abril e maio, o volume de novos sócios nesta última quarta-feira foi 12 vezes maior.



No Twitter, a rede oficial do clube teve alcance de mais de 2 milhões de impressões orgânicas, muito acima da média diária de 545 mil. A hashtag #NovaArmaduraTricolor ficou no top 3 dos Trending Topics Brasil durante toda a live, liderando durante boa parte da transmissão. O rapper Xamã, responsável pelo show do lançamento, figurou no top-10 e Umbro, FluTV e Fluzão alcançaram o top-20.

Toda a campanha de lançamento fez o clube gerar mais de 5,3 milhões de impressões no Instagram, o dobro da média da última semana. Além disso, um aumento de 700% na quarta-feira em relação ao número de interações dos últimos sete dias.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também