Maguire não participa de treino e deve desfalcar United na final da Liga Europa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
O capitão do Manchester United, Harry Maguire (à dir.), é uma grande dúvida para a final da Liga Europa de quarta-feira devido a uma lesão no tornozelo
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A ausência de Harry Maguire na final da Liga Europa, nesta quarta-feira, em Gdansk, contra o espanhol Villarreal, parece praticamente certa depois que o zagueiro e capitão do Manchester United não treinou nesta terça, permanecendo à beira do campo.

O técnico Ole Gunnar Solskjaer deu a entender que o zagueiro iria "correndo ao longo da linha lateral" para testar seu tornozelo, que lesionou no dia 9 de maio contra o Aston Villa. Mas ele permaneceu na arquibancada assistindo seus companheiros fazerem o reconhecimento do gramado do estádio de Gdansk, na Polônia.

Mais cedo, Maguire foi incluído em uma lista provisória de convocados para a disputa da Euro-2020 anunciada pelo técnico Gareth Southgate, ampliada para 33 nomes para aliviar algumas incertezas, incluindo sobre suas condições físicas.

A ausência de seu capitão no início da partida seria muito prejudicial para o United, que sonha com um primeiro troféu desde o título da própria Liga Europa em 2017.

Nenhuma das combinações envolvendo os outros três zagueiros centrais, Victor Lindelöf, Eric Bailly e Alex Tuanzebe, oferece as mesmas garantias em termos de solidez e agressividade nos duelos.

Solskjaer, no entanto, se mostrou otimista. "É uma noite importante para nós. Pode ser o trampolim para algo ainda melhor, um futuro brilhante, porque esta equipe ainda é jovem", disse ele.

Na ausência de Maguire, a braçadeira deve muito provavelmente ficar com Bruno Fernandes, que simboliza o renascimento dos Red Devils desde a sua chegada vindo do Sporting de Lisboa há 16 meses.

kca/hap/chc/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos