'Maestro' Júnior avalia passagem de Doménec Torrent pelo Flamengo: 'Não tinha bagagem'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O Flamengo decidiu encerrar a passagem de 98 dias do treinador Domènec Torrent e optou pela rescisão contratual com o comandante catalão após a goleada por 4 a 0 para o Atlético-MG. A saída foi analisada pelo ídolo do clube Júnior, que criticou a trajetória de Dome pela equipe e citou a falta de "bagagem" do profissional.

- Se fosse um treinador com uma bagagem grande, de experiência, de vestiário... Não tinha bagagem. Todo mundo acreditou por ter 10 anos de trabalho com Guardiola. Acho também que os jogadores, pelos depoimentos, não tenham comprado a ideia que foi colocada. Não pode mudar as coisas sem ter treinamento. Sem treinamento, dificilmente as coisas podem acontecer - afirmou durante o "Bem, Amigos!".

Júnior também identificou um erro do treinador Catalão em sua trajetória no comando do Flamengo. De acordo com o ex-jogador, Domènec deveria dar prosseguimento ao time que Jorge Jesus deixou antes de sair do clube.

- Qualquer treinador teria uma cobrança até injusta em função do que aconteceu em 2019, foi um ano excepcional, qualquer comparação seria injusta. Talvez seja aí o vacilo do Dome, ele pegou o time montado, deveria ter procurado dar continuidade no trabalho que já vinha, não para fazer igual, mas para ter tempo de treinar, colocar as ideias - completou.