Madson critica postura do Santos em derrota dura para o Bahia: 'Difícil explicar'

·1 minuto de leitura

Eliminado precocemente da Conmebol Libertadores e quase rebaixado no Paulistão, o Santos, que precisava urgentemente dar uma resposta positiva ao seu torcedor, acabou protagonizando mais uma noite preocupante para os apaixonados alvinegros. Na noite deste sábado (29), em sua estreia pela Série A do Brasileirão, o Peixe pagou caro por voltar em 'marcha lenta' do intervalo, sendo facilmente superado pelo Bahia por 3 a 0.

Os três gols do Esquadrão foram anotados no início da segunda etapa - dois de Thaciano e um de Juninho -, um 'rolo compressor' tricolor que não encontrou resistência do Peixe. Em entrevista concedida após o encerramento da partida, o lateral Madson criticou a postura da equipe santista em Salvador, cobrando mais atenção e comprometimento coletivo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"É até difícil explicar o que aconteceu. Um time tão grande quanto o Santos não pode voltar disperso para o segundo tempo como voltou. Temos pretensões grandes no campeonato, isso é o Santos, temos que entrar focados nos 90 minutos. Em oito minutos o jogo foi decidido. Um primeiro tempo até equilibrado, mas não fomos eficazes. Essa é a palavra. O Bahia foi cirúrgico. É corrigir os erros, virar a chavinha e já pensar na Copa do Brasil", disse.

Sem tempo para lamentar a dura derrota, o Peixe volta a campo já na próxima terça-feira (1/06), quando encara o Cianorte-PR pela terceira fase da Copa do Brasil. O Bahia também entra em campo na terça, tendo o Vila Nova como adversário na terceira rodada do mata-mata nacional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos