'Made in Cotia': base do São Paulo é a que mais marcou gols no Brasileiro

André Schmidt
·2 minuto de leitura


Daniel Alves, Juanfran, Reinaldo, Tiago Volpi, Hernanes, Alexandre Pato, Pablo, Arboleda, Anderson Martins, Éverton... O São Paulo iniciou 2020 apostando em nomes conhecidos e rodadas no futebol. Aos poucos, porém, a base ganhou o seu espaço. Mais do que isso: se tornou fundamental.

Líder do Campeonato Brasileiro, o Tricolor abriu sete pontos de vantagem sobre o Atlético Mineiro, atual 2º colocado, após vencer o Galo no Morumbi por 3 a 0, nessa quarta-feira, com três gols de garotos 'Made in Cotia'. Igor Gomes, Gabriel Sara e Toró foram os autores. Já são 19 bolas empurradas para as redes por jovens revelados no próprio clube, a maior marca entre os 20 clubes da Série A.

Quase metade desses gols foram marcados por Brenner. Pouquíssimo utilizado no 1º semestre - disputou apenas 4 jogos, sendo três saindo do banco -, o atacante já marcou 9 vezes no Brasileirão - 20 na temporada. Entre os crias de Cotia, Sara aparece em segundo na artilharia, com cinco tentos na principal competição nacional. Igor Gomes, com três, e Toró e Diego Costa, ambos com um, completam a lista de goleadores formados na base são-paulina.

BASES COM MAIS GOLS NO BRASILEIRÃO
- Levantamento do Números da Bola

1º - São Paulo - 19 gols - artilheiro: Brenner - 9 gols
2º - Grêmio - 14 gols - artilheiro: Pepê - 7 gols
3º - Goiás - 9 gols - artilheiro: Vinícius Lopes: 5 gols
4º - Santos - 8 gols - artilheiro: Bruno Marques e Kaio Jorge - 2 gols
Palmeiras - 8 gols - artilheiro: Gabriel Veron e Patrick de Paula - 3 gols
​6º - Fluminense - 6 gols - artilheiro: Marcos Paulo - 3 gols
7º - Botafogo - 5 gols - artilheiro: Caio Alexandre - 4 gols
8º - Athletico-PR - 4 gols - artilheiro: Vitinho e Christian - 2 gols
9º - Vasco - 3 gols - artilheiro: Talles Magno - 2 gols
Bahia - 3 gols - artilheiro: Saldanha - 2 gols
11º - Corinthians - 2 gols - artilheiro: Mantuan e Roni - 1 gol
Flamengo - 2 gols - artilheiro: Lincoln e Natan - 1 gol
13º - Internacional - 1 gol - artilheiro: Peglow - 1 gol
Red Bull Bragantino - 1 gol - artilheiro: Luis Phelipe - 1 gol
Sport - 1 gol - artilheiro: Mikael - 1 gol
16º - Atlético-GO, Atlético-MG, Ceará, Coritiba e Fortaleza - 0 gols

* Obs: por critério, não foram contabilizados os gols de jogadores que foram revelados no clube, saíram em definitivo e depois retornaram. São os casos, por exemplo, de Hernanes, no próprio São Paulo, Wellington Silva, do Fluminense, e Jô, do Corinthians, entre outros.