Macaé suspende atividades no clube e se prepara para encarar a pandemia de coronavírus


Com a paralisação do Campeonato Carioca em função do crescimento de casos do COVID-19, o Macaé se prepara para passar pela pandemia sem sofrer danos. Seguindo as orientações da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), a diretoria do clube suspendeu todas as atividades do departamento de futebol por 15 dias. Após vencer o Resende fora de casa e respirar na parte inferior da tabela, a equipe se preparava para enfrentar o Vasco da Gama no sábado, em São Januário, mas agora vive outra realidade.

- Vamos seguir as determinações da FERJ, e pensando na saúde dos nossos atletas e membros da comissão técnica, nossos treinos estão suspensos pelos próximos dias. Vamos ficar atentos ao momento que o nosso país está vivendo e pedir a proteção de Deus para que tudo termine da melhor forma possível - afirmou Carlos Alberto Ferreira, diretor executivo do clube.

Faltando duas rodadas para o fim da Taça Rio, o Macaé deu um passo importante para a sua manutenção na primeira divisão do Campeonato Carioca. Além do Vasco, a equipe do Norte Fluminense ainda encara o Fluminense, quando encerra a participação na competição. O diretor do clube explica que os jogadores estão sendo orientados para evitar o contágio pelo Coronavírus.

- A ordem é seguir as orientações da Organização Mundial da Saúde e evitar aglomerações. Os jogadores sabem dos riscos e são responsáveis. Nesse momento a melhor coisa é ficar em casa, e evitar sair se não tiver necessidade. Com prudência e fé, tudo será resolvido.

A equipe sub-20, que jogou no final de semana pela primeira rodada da Taça Guanabara da categoria, diante do Nova Iguaçu, também ficará sem atividades nos próximos dias. Os dirigentes da base já orientaram os jogadores e estão acompanhando de perto a situação.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também