MAC defende investimentos em Daniel Alves no SP: "Caro é o reserva de R$ 300 mil"

Yahoo Esportes
Daniel Alves comemora gol marcado contra a LDU de Quito. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Daniel Alves comemora gol marcado contra a LDU de Quito. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O São Paulo não está jogando, pelo recesso do futebol em meio à pandemia do CoronaVírus. No entanto, os bastidores do clube estão agitados com as campanhas abertas dos candidatos à presidência, na eleição de novembro. Entre as áreas mais debatidas por conselheiros e sócios, estão o futebol e a situação financeira do tricolor.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Marco Aurélio Cunha, ainda pré-candidato e com passagens pelo departamento de futebol, evitou ataques a Raí, bastante criticado por sua atuação na gestão.

Leia também:

“Sempre vou poupar o Raí de críticas porque para mim, o Raí está acima do bem e do mal. Porém, o futebol fala pelos seus resultados e por aí cabem críticas. Está sendo conivente com erros? Pode ser, mas ele não faz parte dos erros estratégicos. Seguramente, muitas contratações erradas foram feitas, mas você não é o chefe maior. Muitas vezes vêm imposições com ofertas e há muitas circunstâncias em torno disso. Nas gestões de contratos e contratações, tem muita coisa para se debater, não só pelo Raí”, afirmou, em entrevista ao Esporte Interativo, com acompanhamento do blog.

Marco Aurélio Cunha ainda defendeu a contratação de Daniel Alves pelos altos valores mencionados, desde sua vinda.

“Eu contrataria o Daniel Alves, o Pato não. Quando o Pato veio, falei para ele que o São Paulo estava apostando na idolatria e precisava apostar no atleta, jogador, comprometido. O Daniel Alves eu traria sempre. Eu não contrataria por condições econômicas, se não fosse possível. Agora, arrumou um patrocinador, traz agora. É daqueles caras que não acabam quase nunca. Já deu para ver o quanto o Daniel ajudou e agregou. Há jogadores tão excepcionais como o Daniel Alves, que a idade não conta, mas o prestígio e a técnica são tão superiores que vale a pena investir neles. Caro é o reserva que custa R$ 300 mil por mês. Você encarece o elenco pelos reservas. Se um reserva fizer metade do que o Daniel Alves fez, eu pago isso. Simples”, ressaltou.

Daniel Alves custa mais de R$ 1 milhão mensais ao São Paulo e o clube apostou na busca de parceiros para manter seu salário em dia. Aos 37 anos, Daniel Alves tem sete gols marcados em 31 jogos pelo time.

Recentemente, o gerente de futebol, Alexandre Pássaro, revelou que Daniel Alves foi compreensivo na questão dos pagamentos do contrato de Direito de Imagem. A diretoria espera fechar com algum patrocinador que invista no atleta, na retomada do futebol.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também