Mönchengladbach enfrenta o Hertha Berlin e pode garantir uma vaga na Champions 2020/21


O Borussia Mönchengladbach pode garantir uma vaga na próxima Champions League caso derrote o Hertha Berlin, às 10h30 (horário de Brasília), neste sábado, pela última rodada da Bundesliga. A equipe dirigida por Marco Rose depende apenas de si, já que está à frente do Leverkusen. A diferença entre as duas equipes é de apenas 2 pontos (62 x 60) e a briga será emocionante.

Em coletiva de imprensa, o treinador Marco Rose comentou sobre toda atmosfera que gira em torno da partida decisiva deste sábado. O comandante também lembrou que o time da capital derrotou o Leverkusen na penúltima rodada e pode complicar.

- A emoção não é maior do que antes de qualquer outro jogo. Equilibrar essa emoção com uma sensação de facilidade e fé em nossas próprias habilidades também é muito importante. Estamos nos sentindo otimistas. Mas também sabemos que enfrentamos um oponente que procurará revidar. Portanto, precisaremos de um desempenho forte no sábado, mas tenho confiança de que a equipe será capaz de entregar - e em seguida completou.

- Até agora tem sido como todas as outras semanas. Temos uma longa temporada atrás de nós e não precisamos mais trabalhar para melhorar a forma física. Em vez disso, é sobre garantir que os jogadores estejam tão bem preparados quanto possível. Sabemos o que precisamos fazer e que nosso destino está em nossas mãos. Os requisitos são claros. No sábado, descobriremos que caminho seguiremos, mas queremos determinar essa direção por conta própria - finalizou.

O meia norueguês Per Skjelbred, do Hertha, falou, em entrevista ao site oficial do clube, sobre como é jogar com os portões fechados, sem a presença da torcida em virtude do alto risco de contágio do COVID-19.

- Tocar na frente de arquibancadas vazias é algo muito, muito estranho para todos nós no momento. Os torcedores e suas emoções desempenham um papel muito importante no futebol. Espero voltar e ser capaz de me despedir dos fãs e da equipe assim que for permitido - lamentou.

Prováveis escalações

Borussia Mönchengladbach: Y. Sommer, S. Lainer, R. Bensebaini, M. Ginter, N. Elvedi; C. Kramer, P. Herrmann, L. Stindl, J. Hofmann, F. Neuhaus; B. Embolo Técnico: Marco Rose.

Hertha Berlin: R. Jarstein, A. Esswein, D. Boyata, M. Plattenhardt, J. Torunarigha; N. Stark, V. Darida, M. Grujic, M. Cunha, D. Lukebakio; K. Piatek. Técnico: Bruno Labbadia.

















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também