México vence a Arábia Saudita, mas está eliminado da Copa do Mundo


O México triunfou, mas não levou. Os mexicanos bateram a Arábia Saudita por 2 a 1 - gols de Martín e Chávez, para os latinos, e Salem para os sauditas -, no estádio Lusail, nesta quarta-feira. Porém, foram eliminadas na fase de grupos da Copa do Mundo.

A La Tri iniciou a terceira rodada em quarto lugar no Grupo C e a classificação parecia improvável. No entanto, com a derrota da Polônia para a Argentina por 2 a 0, os mexicanos precisavam vencer por três de vantagem. O que não aconteceu. A equipe foi eliminada pelo saldo de gols: 0 a -1.

+ Classificados da Copa do Mundo 2022: veja as seleções garantidas nas oitavas de final

PRIMEIRO TEMPO MEXICANO

A etapa inicial começou equilibrada. Como as duas equipes entraram em campo com chances de classificação, ambas tentaram o ataque nos primeiros minutos. No entanto, a partir da metade do jogo, o México tomou a dianteira do ataque.

A La Tri teve duas grandes oportunidades: primeiramente, Hirving Lozano parou cara a cara no goleiro Al-Owais. O arqueiro voltou a defender uma finalização de Oberlín e com isso o placar foi zerado para o intervalo.

Arábia Saudita x México
Arábia Saudita x México

Cobrança perigosa de falta efetuada por Kanno. (Foto: EFE/ Antonio Lacerda)

No outro lado da chave, Polônia e Argentina encerraram a primeira etapa também sem marcar gols. Devido a isso, a classificação se mantinha no Grupo C - com sauditas e mexicanos dando adeus.


INÍCIO ELÉTRICO DO MÉXICO

Se na etapa inicial os mexicanos dominaram, mas não conseguiram ser efetivos, no segundo tempo a situação foi outra. Com apenas dois minutos de bola rolando, Álvarez desviou cobrança de escanteio na primeira trave e Henry Martín completou para abrir o placar.

Arábia Saudita x México
Arábia Saudita x México

Jogadores do México comemoram um dos gols marcados. (Foto: KARIM JAAFAR / AFP)

COBRANÇA MAGISTRAL

Cinco minutos depois, a seleção do México teve uma falta para cobrar. Luís Chávez pegou a bola, ajeitou com carinho e bateu com muita categoria para ampliar.

PRESSÃO, GOLS PERDIDOS E ELIMINAÇÃO TRAUMÁTICA

O México seguiu com o domínio territorial. Como a Polônia estava sendo derrotada por 2 a 0 pela a Argentina, os mexicanos precisavam de mais um gol para se classificar. Chávez, Lozano, Álvarez e uma blitz ofensiva tentaram, mas a bola não entrou. No fim, Salem balançou as redes e encerrou o sonho mexicano.

FICHA TÉCNICA:
Arábia Saudita 1 x 2 México

Data e horário: 30/11/2022, às 16h (de Brasília)
Local: Estádio Lusail, em Doha (QAT)
Árbitro: Michael Oliver (Inglaterra).
Assistente 1: Stuart Burt (Inglaterra)
Assistente 2: Simon Bennett (Inglaterra)
Quarto árbitro: Istvan Kovacs (ROM)
VAR: Massimiliano Irrati (Itália):

Gols: Henry Martín (2'/2T); Luís Chávez (7'/ 2T) e Salem (50'/2T)

Cartão amarelo: Al-Tambakti, Al-Hassan, Saleh Al-Shehri, Bahebri e Madou (SAU); E. Álvarez (MEX)
Cartão vermelho: Não houve

ARÁBIA SAUDITA (Técnico: Hervé Renard)
Mohammed Al-Owais; Hassan (A. Madu) Al-Tambakti, Al-Amri e Al-Bulayhi (Sharahili); Sultan Al-Ghanam (Bahebri), Al-Hassan, Mohammed Kanno e S. Abdulhamid; F. Albrikan, Saleh A-Shehri (Al-Obud) e Salem Al-Dawsari.

MÉXICO (Técnico: Tata Martino)
Guillermo Ochoa; Jorge Sanchez (Funes Mori); Héctor Moreno, César Montes e Jesús Gallardo; Edson Álvarez (Campos), Luis Chávez; Hirving Lozano, Alexis Vega (U. Antuna), Oberlín Pineda (R. Jimenez) e Henry Martin (C. Rodríguez).