México anuncia candidatura oficial para sediar a Olimpíada de 2036

Jogos Olímpicos de 2036 podem ser no México, que confirmou sua candidatura oficial (Foto: AFP PHOTO)


O México quer receber os Jogos Olímpicos pela segunda vez em sua história. Nesta quarta-feira, 54 anos depois da edição realizada na capital Cidade do México, o país anunciou sua candidatura oficial, aprovada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), para tentar garantir a realização da Olimpíada de 2036.

+ PSG “de olho” no Endrick: veja 10 joias que podem sair do Brasil em breve

Presidente do Comitê Olímpico Mexicano (COM), María José Alcalá destacou o orgulho de sediar um evento com o porte das Olimpíadas. A ex-atleta dos saltos ornamentais — e primeira mulher a alcançar a presidência do COM — participou de quatro edições do torneio, em Seul-1998, Barcelona-1992, Atlanta-1996 e Sidney-2000, e luta para levar os Jogos Olímpicos de volta ao país.

- O Comitê Olímpico Mexicano (COM) está orgulhoso de que, seis meses depois de comemorar seus 100 anos de vida, estejamos iniciando o caminho para ser novamente os organizadores dos Jogos Olímpicos em 2036 - afirmou Alcalá na coletiva de anúncio oficial da candidatura.

+ Brasil conhece primeiros classificados para as Olimpíadas de Paris

A autoridade máxima doas esportes olímpicos do México ainda fez questão de mostrar uma carta de aprovação do COI, que indicaria o apoio de seu presidente, Thomas Bach. Segundo a mandatária do COM, o alemão disse estar "animado e orgulhoso por ter o apoio do chanceler Marcelo Ebrard e do governo mexicano, chefiado pelo presidente Andrés Manuel López Obrador".

Por fim, a presidente do COM exaltou o trabalho de Bach à frente do COI, ressaltando a importância de não ter que fazer um enorme esforço financeiro para perseguir o sonho de sediar uma edição dos Jogos Olímpicos.

+ Los Angeles 2028: Comitê Organizador divulga datas das Olimpíadas e Paralimpíadas

- Os Jogos Olímpicos mudaram. O presidente Thomas Bach tornou possível aos países participarem sem se endividarem, sem terem que realizar grandes façanhas em termos financeiros, mas simplesmente serem sedes com uma grande capacidade de organização e sustentabilidade - finalizou.

O México já sediou a Olimpíada em uma oportunidade, na edição de 1968. Na ocasião, 112 nações participaram da disputa, que terminou com os Estados Unidos no topo da classificação, com 107 medalhas conquistadas — 45 de ouro, 28 de prata e 34 de bronze.

+ Rio receberá Mundiais de skate que valerão pontos rumo às Olimpíadas

O México ficou com nove medalhas, três de cada lugar do pódio, enquanto o Brasil trouxe três para casa no total — a prata de Nelson Prudêncio no salto triplo masculino e os bronzes de Servílio de Oliveira, no boxe, e da dupla Reinaldo Conrad e Burkhard Cordes, na vela.

A próxima edição das Olimpíadas está marcada para 2024, em Paris, capital da França. A cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, receberá o torneio seguinte, em 2028, enquanto Brisbane, na Austrália, está confirmada como sede na edição de 2032.