Médico diz que Danilo, do Corinthians, correu risco de ter perna amputada

Recuperado de lesão, meia entrou nos minutos finais da vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, que garantiu o heptacampeonato do Timão

Em agosto do ano passado, o meia Danilo, do Corinthians, sofreu uma grave contusão e teve que ser operado. O que ninguém sabia é que ele correu risco de ter a perna amputada durante o procedimento. 

Quem confirmou a informação foi o médico Joaquim Grava, em entrevista ao portal Uol: "ele teve uma lesão na artéria na época. Chamou o cirurgião vascular, mecanismo de sutura. E existia um risco de perder o membro. Foi um risco normal", explicou.

Agora Danilo está prestes a retornar aos gramados. Aos 37 anos, ele está em fase final de recuperação e provavelmente voltará a jogar em abril.

Mas o médico prefere ser cauteloso: "Teve uma compressão no nervo, mas até pela faixa etária, ele está indo muito bem, dentro da normalidade. Já está treinando nos gramados, mas para condição de jogo não dá para saber. Quem sofre um trauma fica emocionalmente atingido".