Médico da seleção dinamarquesa detalha drama com Eriksen: 'Ressuscitado'

·1 minuto de leitura
Denmark's midfielder Christian Eriksen takes part in the MD-1 training session at the Parken Stadium in Copenhagen on June 11, 2021 on the eve of their UEFA EURO 2020 match against Finland. (Photo by Jonathan NACKSTRAND / AFP) (Photo by JONATHAN NACKSTRAND/AFP via Getty Images)

Um dia se passou, mas o drama que viveu Christian Eriksen diante do mundo inteiro antenado na Eurocopa ainda ecoa bastante, como não poderia deixar de ser. Com o jogador da Dinamarca fora de perigo, aos poucos os protagonistas do episódio vão dando mais detalhes ao público.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Na manhã deste domingo, Morten Boesen - médico da delegação dinamarquesa - contou com mais minúcias o que aconteceu com o meio-campista. Se de fora o quadro parecia desesperador, de dentro também. Segundo Boesen, Eriksen "se foi" e só conseguiu voltar à vida com a ajuda do desfibrilador. 

Leia também:

"Ele se foi, então fizemos uma reanimação cardíaca porque o que aconteceu foi uma parada cardíaca. Nós o recuperamos após utilizar o desfibrilador. Foi tudo muito rápido. Quão perto estivemos de perdê-lo? Eu não sei, mas ele ressuscitou depois da desfibrilação", resumiu o médico em coletiva de imprensa.

Estabilizado e consciente no hospital, Eriksen falou com seus companheiros de time e pediu para que voltassem à partida contra os finlandeses, que acabaram por vencer o duelo por 1 a 0.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos