Mãe de Rashford diz que teve dificuldade para colocar comida na mesa

·1 minuto de leitura
Atacante Marcus Rashford, do Manchester United

(Reuters) - A mãe de Marcus Rashford, Melanie Maynard, disse que a motivação do atacante do Manchester United para garantir que crianças pobres não passem fome vem de suas próprias experiências na infância, quando ela tinha dificuldades para colocar comida na mesa.

Rashford lidera uma campanha para acabar com a fome infantil e pressionou o governo a continuar fornecendo refeições escolares gratuitas durante as férias.

Ele recebeu a honraria Ordem do Império Britânico (BEM) por serviços para crianças vulneráveis durante a pandemia de Covid-19, bem como um doutorado honorário da Universidade de Manchester.

"Eu tinha três empregos e, se não fizesse isso, não conseguiríamos cozinhar uma panela de comida ...", disse Maynard à BBC Breakfast.

"Então, Marcus está apenas contando a história de como ele a vê e as palavras que ele tem dito vêm do fundo de seu coração.”

"Às vezes era muito ruim, eu preferia dar a comida para as crianças do que para mim, às vezes eu não tinha nada para comer", completou.

Rashford disse que as dificuldades de sua família quando ele era mais jovem o tornaram mais determinado a ajudar os outros.

"Todas as pequenas lutas e sacrifícios que você fez, ajudam você a valorizar tudo 10 vezes mais, então não vejo isso como uma fraqueza", afirmou Rashford.

"Quando você vem de um lugar de luta e dor, muitas vezes isso muda e se torna seu impulso e motivação."

(Reportagem de Rohith Nair, em Bengaluru)