Mãe de Cristiano Ronaldo revela em qual clube deseja de ver filho e neto jogando juntos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Personagem principal da última janela de transferência europeia, Cristiano Ronaldo abalou as estruturas do futebol ao retornar para o Manchester United. Porém, parece que ele não seguiu a vontade de Dolores Aveiro, mãe do jogador. Torcedora do Sporting, time que revelou o craque, a fanática nunca escondeu o desejo de ver o filho atuar novamente pelo clube de Lisboa. E o sonho foi além: agora, Dolores quer ver filho e neto jogando juntos pelo clube.

Em entrevista ao podcast "DNA de Leão", formulado pelo Sporting, Dolores disse que sempre lembra Cristiano Ronaldo de seu desejo de vê-lo novamente com as cores time que o projetou para a glória internacional.

- Ele diz "Vamos ver". Mas se não for ele, é o Cristianinho! Com a idade dele, joga melhor que o Ronaldo. Nesta altura, o Ronaldo não tinha treinador, mas hoje ele é o professor do filho. E ele (Cristianinho) disse: "Pai, quando formos morar em Lisboa quero jogar no Sporting". Ver os dois juntos no Sporting seria o meu sonho, seria espetacular - afirmou Dolores.

+ Confira a classificação do Campeonato Inglês!

Especulado no Manchester City, a mãe de Cristiano Ronaldo conta que sabia da decisão do filho em não atuar pelo rival do United e seu futuro destino.

- Na TV, falava-se do Manchester City, mas ele me disse: "Mãe, não se preocupe com o que estão dizendo, porque eu vou para o Manchester (United)". Eu disse que gostaria muito, e ele me fez a vontade - completou.

Ao longo do podcast, Dolores Aveiro relembrou também os percalços passados por CR7.

- Custou, mas valeu a pena. Nos primeiros dois anos esteve sozinho, mas depois deixei tudo e vim. Sem o futebol não era ninguém, era um pedreiro. Se fosse pedreiro, nunca era o melhor pedreiro do mundo - disse.

Ela também recordou a época em que o filho ainda atuava pelo Sporting. Aos 17 anos, Cristiano Ronaldo já colocava brilho nos olhos de Sir Alex Ferguson no confronto entre Sporting e Manchester United, em 2003. Pouco tempo depois, o português acertava sua ida à Inglaterra.

- No final (do jogo) ele me disse: "O Manchester está interessado em mim". E eu: "Mas você vai para lá, tão novinho?". E ele: "Mãe, não me cortes as asas" - lembrou Dolores.

Referência física dentro do futebol, a mãe de Cristiano Ronaldo crê que o camisa 7 atue até os 40 anos.

- Já perguntei se ele quer ser treinador quando deixar de jogar. Ele me disse que quer é aproveitar a vida. Até os 40 anos ele joga! - cravou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos