Márquez volta a apontar irmão na Honda, mas diz: “Não está em minhas mãos”

Redação GP

Marc Márquez voltou a falar sobre seu futuro companheiro na Honda. Ainda sem saber com quem vai dividir o time em 2020, o espanhol vê em seu irmão Álex pronto para assumir o papel, mas deixou claro que não tem influência na decisão.

 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Jorge Lorenzo anunciou em coletiva de imprensa na quinta-feira, em Valência, sua aposentadoria da MotoGP. O espanhol explicou não ter a motivação para seguir o desafio com a Honda e que o acidente em Assen foi um dos grandes motivos da decisão.

 

Portanto, uma importante vaga abriu para o grid do próximo ano, justamente ao lado do hexacampeão. “Não posso responder quem eu quero como companheiro de equipe, mas vocês podem imaginar. Não está em minhas mãos. Acho que Álex está pronto para correr na MotoGP. Este ano, ele tem tudo no lugar”, disse.

 

Marc reconheceu, no entanto, que a RC213V é uma moto difícil, o que pode atrapalhar a adaptação do irmão. “A Honda é uma moto difícil, mas estamos falando da HRC e, se você quer ser um piloto rápido, tem de se adaptar”, disparou. “Quem quer que seja o meu companheiro, vai ser comparado comigo. Meu irmão sempre foi comparado comigo”, frisou.

Álex Márquez (Foto: Marc VDS)



Inicialmente, Stefan Bradl é quem está escalado para os testes da próxima semana, mas Márquez acredita que os planos podem ser modificados. “A Repsol Honda é a primeira interessada que o piloto do ano que vem suba na moto na terça e quarta-feira”, avaliou.

 

“Eu sempre disse que era um sonho correr e competir com o meu irmão na MotoGP. Eu podia ter forçado a situação há dois anos e não fiz isso. Na época, ele não se via piloto de MotoGP, mas agora sim. Não forço, porque nunca duvidei das qualidades do meu irmão. Não podemos misturar familia com progressão”.

 

“Eu mentiria se dissesse que não quero meu irmão como companheiro, mas, insisto: nunca forcei a situação e tampouco farei isso agora”, encerrou.

 

Alberto Puig, chefe da Honda, já revelou que o atual campeão da Moto2 é uma opção que deve ser valorizada para o próximo ano. Márquez também já havia dito antes que o irmão está pronto para o desafio.

 

Entretanto, há um grande concorrente no páreo para a briga. Johann Zarco, defendendo a LCR no lugar de Takaaki Nakagami, já mostrou animação com a possibilidade, já que ainda tem futuro indefinido para 2020. Para o próximo ano, Álex já renovou com a Marc VDS.



Paddockast # 41

MAIORES VITÓRIAS DE HAMILTON NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também