Mário Fernandes é convocado pela seleção russa

Naturalizado russo desde o meio de 2016, Mário Fernandes foi convocado pelo treinador Stanislav Cherchesov para defender a seleção russa. O defensor do CSKA Moscou rejeitou a Seleção Brasileira em 2011 após ser convocado por Mano Menezes para a disputa do Superclássico das Américas. O motivo alegado na época foi problemas particulares.

“Depois de chegar ao CSKA em 2012, a Rússia tornou-se um verdadeiro lar para mim. Eu tinha um verdadeiro desejo de receber a nacionalidade e poder jogar pela seleção”, enalteceu Mário Fernandes, que só pode começar a ser convocado em 2017, quando conseguiu sua cidadania.

Formado no Grêmio, time em que jogou entre 2009 e 2012, o zagueiro e lateral direito chegou a defender o Brasil no amistoso contra o Japão em 2014. O jogador de 26 anos espera poder jogar a Copa do Mundo e poderá ser convocado para a Copa das Confederações deste ano. A Rússia está classificada para ambas as competições por ser o país sede.

Mário Fernandes vem jogando regularmente no CSKA Moscou desde que foi contratado. Nesta temporada, ele deu três assistências em 25 partidas, sendo cinco na Liga dos Campeões, 19 no Campeonato Russo e o jogo restante na Supercopa Russa.

No clube mais conhecido da Rússia, ele já atuou em 122 jogos e marcou três gols. Além disso, ele levantou a taça do Campeonato Russo três vezes (2013, 2014 e 2016), foi campeão uma vez da Copa da Rússia e campeão uma vez da Supercopa Russa.