Mário admite proposta recusada pelo Fluminense por Kayky e revela que City fará oferta

LANCE!
·2 minuto de leitura


A chamada "Geração dos Sonhos", time Sub-17 do Fluminense, já está no radar de clubes da Europa. Nesta semana, o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, enviou uma proposta oficial pelo atacante Kayky. Em entrevista ao "Redação SporTV" nesta quinta-feira, o presidente Mário Bittencourt afirmou que os primeiros valores ainda não agradaram, mas revelou que o Manchester City comunicou ao Flu que chegará com uma oferta. O grupo que gere o time inglês, o City Football Group, de Abu Dhabi, também está de olho no volante Metinho.

> Fluminense chega a 86 gols e 22 jogadores diferentes balançando a rede na temporada; veja a lista

– Fizemos o primeiro contrato deles aos 16 anos em 2020, portanto, de três anos, terminando em 2022. Se não renovarmos, a última janela de 2022 chega no caso do Marcos Paulo. Já propusemos outra renovação para ambos. Chegou uma proposta da Rússia (na verdade, da Ucrânia) para o Kayky. Mas o Manchester City já nos comunicou que vai enviar proposta também. Queríamos renovar por mais três anos, não posso fazer por mais, e eles (Kayky e Metinho) vão integrar o profissional/Sub-23 a partir de fevereiro ou março – disse Mário, que ainda completou:

– O Shakhtar ofereceu 5 milhões de euros por 70% do Kayky. O Fluminense ficaria com 30% e mais bônus de 15 milhões de euros. Desses, 10 milhões de euros são bastante atingíveis, por performance do atleta. É o mesmo clube que comprou o Tete, do Grêmio - explicou.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃO

Caso haja uma negociação, os dois só poderiam sair do Brasil quando completassem 18 anos. Ambos vão ser integrados ao time profissional para ganhar mais visibilidade, rodagem e valorizar o talento.

– Existem alguns atletas que ultrapassam as fases. Alguns amadurecem cedo e outros mais tarde. Renovei 23 contratos de atletas da base na minha gestão. Alguns já estão no profissional, como Luiz Henrique, mas não há proposta. Para jogadores de 17 anos há. Porque no entendimento de fora, esses atletas são os que merecem receber a proposta. Rejeitamos a primeira proposta que recebemos dizendo que os atletas seriam integrados ao profissional e temos a ideia que eles joguem em 2021 pelo Fluminense. Perguntaram se não queremos fazer uma contraproposta. Vamos chamar as famílias para conversar. Temos que saber se os jogadores têm o interesse em renovar com o Flu também - concluiu o mandatário.