Lyon vai entrar com "múltiplas" ações após ficar de fora dos torneios europeus

AFP
Lucas Tousart, do Lyon, marcou o único gol na vitória sobre a Juventus no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões
Lucas Tousart, do Lyon, marcou o único gol na vitória sobre a Juventus no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões

Lyon, sétimo na classificação final da Ligue 1 francesa anunciada nesta quinta-feira, estaria fora das competições europeias do ano que vem e seu presidente já anunciou "múltiplos" processos e a reivindicação por perdas e danos.

"Ainda é difícil dar detalhes sobre os processos, que serão múltiplos", disse o presidente de Lyon, Jean-Michel Aulas, em teleconferência com a AFP e com o jornal regional Le Progrès.

"Vamos reivindicar perdas e danos, no valor de várias dezenas de milhões de euros", acrescentou, afirmando que, por enquanto, vai recorrer ao tribunal administrativo em um procedimento urgente "para uma suspensão da decisão".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Aulas considerou "prematura" a decisão da Liga Francesa de Futebol Profissional (LFP) de decretar a interrupção definitiva do torneio, em que o Paris Saint-Germain foi designado campeão.

O Lyon ficaria de fora das competições europeias pela primeira vez em mais de duas décadas.

As chances do clube de estar na Liga Europa 2020-2021 seriam limitadas a poder jogar a final da Copa da Liga (PSG-Lyon).

Também pode chegar às competições europeias se a atual Liga dos Campeões for retomada, na qual o Lyon está nas oitavas de final.

Se o Lyon conquistar a Champions, vai garantir uma vaga na próxima edição dessa que é a maior competição europeia de clubes.

Leia também