Luxemburgo fala sobre duelo com o Bahia: 'Estamos preparados para manter o time na Primeira Divisão'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Vasco segue em Atibaia, São Paulo, se preparando para o duelo decisivo contra o Bahia, no domingo, às 16h (de Brasília), em São Januário. Em coletiva virtual nesta sexta, o técnico Vanderlei Luxemburgo analisou a importância do confronto para o futuro do Gigante da Colina na competição.

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro 2020

- Eu assisti Sport x Bahia. Bahia x Corinthians. O Bahia é um time centenário. É um jogo importante para nós. O importante é nos prepararmos bem para este jogo. Não viemos por lazer. Viemos para trabalhar mesmo. É uma decisão da parte debaixo da tabela, não vamos ganhar campeonato. Mas é uma decisão da parte debaixo da tabela - analisou.

Em outro momento da entrevista, o treinador comentou sobre os salários arrasados e afirmou que manter o Vasco na primeira divisão não tem preço. Ele salientou que o foco é total na reta final do Brasileirão.

- Eu dei uma declaração na semana passada. Eu juntei os jogadores. Nós temos só um pensamento: manter o Vasco na Série A. Estamos voltados para isso. Está entrando uma diretoria nova. Eu não quero saber de problema político, o Salgado foi empossado. Se vai ter briga jurídica, não quero nem saber. Mas os meus jogadores não estão preocupados com o salário. Se sair o salário, ótimo. Mas se o salário não sair, estamos preparados para enfrentar o Bahia e os demais adversários - disse.

- Estamos preparados para manter o time na Primeira Divisão. Cabe ao dirigente ter o discernimento de entender o que eles têm de fazer nas decisões de diretoria. Nós estamos preparados, vamos para o pau. Não estamos preocupados se vai receber ou não. Quem está entrando, tem de saber o que fazer. Pela primeira vez na vida eu venho a público falar isto. Eu sempre falei que os jogadores têm que receber. Mas neste momento não posso entrar nesse mérito. Eu não posso fazer com o que Vasco desvie atenção, que é manter o Vasco na Primeira Divisão. Não tem preço isso, manter o Vasco na Série A. Mas cada um sabe das suas responsabilidades - completou.