Lutadoras fluminenses se destacam no Pan-Americano de Kickboxing no Paraná

Atletas de Magé-RJ conquistaram três medalhas (Foto: Divulgação)


O programa Bolsa-Atleta segue rendendo grandes frutos para os atletas do município fluminense de Magé. Três lutadores da cidade apoiados pelo programa conquistaram medalhas no XXI Pan-Americano de kickboxing, que foi realizado entre os dias 16 e 20 de novembro, em Cascavel-PR, com mais de 900 atletas de 19 países.

As lutadoras Maria Eduarda Costa e Suellen Bitencourt, que são noivas, foram campeãs em suas categorias. Suellen conquistou o ouro na modalidade K1 Style, faixa-preta, categoria na qual lutou pela primeira vez, vencendo uma estadunidense na semifinal e ganhando de uma brasileira com a qual disputa diretamente o ranking nacional da categoria. Com o título, ela se tornou tricampeã do torneio.

Já Maria Eduarda, conhecida no mundo das lutas como Samurai, foi campeã na categoria Low Kick, até 48kg, vencendo atletas do México e do Peru. Com o título, Maria Samurai se manteve em primeiro lugar no ranking nacional e conquistou vaga para representar Magé e o Brasil no World Combat Games, em Riyadh (Arábia Saudita), que será realizado em 2023.

“Sempre foi um sonho chegar em um campeonato desse nível, onde só estarão as melhores do mundo em cada modalidade e categoria. Conquistar essa vaga foi um passo muito importante na minha carreira, são sete anos lutando por um sonho, com treino, dieta, preparação física e mental, investimento. Agradeço aos meus apoiadores e à Prefeitura de Magé, que tem esse importante projeto bolsa-atleta, que nos permite participar de campeonatos assim”, declarou Maria.

Além dos dois ouros, Magé conquistou ainda um bronze com o lutador Luiz Thiago Thomé. Também apoiado pelo Bolsa-Atleta, ele disputou com 8 atletas estrangeiros de alto nível e conquistou seu lugar no pódio. “Estou muito orgulhoso, porque é uma competição de altíssimo nível. A Prefeitura de Magé está sempre incentivando os atletas da cidade e isso faz com que a gente chegue em competições internacionais desse porte”, disse.