Lutadora do UFC promete pedir ajuda de Trump para conseguir visto para treinador

Cynthia Calvillo dispara contra Paige VanZant: “Não a respeito como artista marcial”
Cynthia Calvillo dispara contra Paige VanZant: “Não a respeito como artista marcial”

Cynthia Calvillo encara Marina Rodriguez no próximo dia 7 de dezembro, nos EUA, em duelo no qual não poderá contar com todo seu time. Afinal, o treinador de muay thai Thonglor Armetsena, conhecido como ‘Master Thong’, teve seu visto de entrada no país negado, o que acabou intrigando a atleta. ela o cobrará

Em conversa com o site ‘MMA Junkie’, a lutadora levantou a possibilidade de, caso encontre com Trump na semana do evento, que será realizado em Washington D.C (capital americana), o cobrará pessoalmente para que intervenha no caso e ajude a liberar o visto para seu treinador tailandês.

“Sim, tenho que falar com ele (risos). Quero falar com ele por causa do Master Thong, eu estava treinando com ele na Tailândia e queria contar com ele no meu corner. Fui atrás de toda papelada dele, tentei conseguir seu visa e eles negaram. Ou seja, tenho que conversar com o Trump caso ele apareça e perguntar porque o Master Thong não pode ser meu corner”, afirmou.

Sem seu treinador de muay thai a acompanhando, Calvillo terá que se adaptar rapidamente. Afinal, esta é a especialidade de sua rival Marina, lutadora invicta que foi revelada pelo “Contender Series Brasil 1”, em 2018.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também