Lutador ucraniano conta realidade difícil da guerra contra a Rússia

·2 min de leitura
 Yarolsav Amosov com o cinturão do meio-médio - Foto: Reprodução/Instagram


Yaroslav Amosov, campeão meio-médio (até 77,1kg) do Bellator, continua na linha de frente do exército ucraniano na guerra contra a Rússia. O lutador chegou a ter a defesa do cinturão contra Michael Page cancelada por conta da sua presença na guerra. Amosov relatou recentemente os detalhes da experiência vivida no combate armado.

O atleta ucraniano teve a defesa do cinturão suspensa. Ela estava programada para acontecer no próximo mês, em Londres, no Bellator 281. Amosov optou por desistir do confronto e seguir lutando pelos seu país.

Em um vídeo publicado na conta do Instagram 'UKR Sport' no último sábado (16), ele falou sobre o duro cotidiano enfrentado na guerra.

- Nossos inimigos chegaram à Ucrânia com armas e causaram o caos. Eu e meus amigos decidimos ajudar a defender nosso país. Nos juntamos à defesa territorial da cidade de Irpin. Os soldados russos bombardeavam casas, matavam civis e estupravam mulheres. Eles mataram pessoas dentro dos carros, pessoas que só queriam fugir do território ocupado por eles. Muitas pessoas ficaram sentadas em porões por mais de um mês. Quando libertamos Irpin, eles receberam um pedaço de pão e choraram agradecendo. Ficaram sentados sem água e luz em silêncio com medo de alguém entrar e serem baleados. - disse.

O lutador fala sobre a luta pelo título interino entre Page e Logan Storley, agendada para o dia 13 de maio, data em que estaria presente no octógono.

- Eles vão lutar pelo título interino e não importa para mim. Vou esperar a guerra acabar e defender meu cinturão depois. Espero que possamos voltar aos nosso lares e que haja paz na nossa terra. O sol vai brilhar, vamos sorrir e tudo ficará bem - afirmou Yaroslav.

Amosov está invicto há 26 lutas e foi o primeiro ucraniano a ser campeão mundial nos eventos de elite do MMA. Na oportunidade, o lutador venceu o brasileiro Douglas Lima, em junho de 2021. A luta contra Page seria a primeira defesa do cinturão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos