Lula fala em 'obrigação' de estar no velório de Pelé: 'Perda irreparável'

Lula consola Márcia Aoki, viúva de Pelé (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)


Presidente da República, Lula esteve no velório de Pelé, na Vila Belmiro, na manhã desta terça-feira. Em seguida, ele postou um vídeo nas redes sociais para falar da "obrigação" que sentiu, como fã do Rei, em prestar essa última homenagem.

- Vir até Santos me despedir do Pelé é uma obrigação, não de um presidente da República, mas de um cidadão, de um ser humano, que adorava a arte que o Pelé produzia. Sinceramente eu gostaria que todo mundo que gosta de jogar uma bola tem que assistir algo do Pelé - disse.

+ Pelé eterno: conheça a história de vida do Rei do Futebol

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- É uma perda irreparável para o Brasil, mas a gente precisa levar em conta que o Pelé não morreu, ele foi para um lugar melhor. Que ele descanse em paz - concluiu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em entrevista à "Santos TV", Lula afirmou que Pelé foi uma figura ímpar na história do Brasil e de sua vida pessoal.

- Ele obrigava a gente a ir em qualquer lugar assistir futebol, porque muitas vezes a gente não gosta só do nosso time, a gente gosta de alguém que dá espetáculo, alguém que é brilhante O Pelé simboliza tudo aquilo que é a ascensão da espécie humana. Tudo aquilo que a gente poder perceber da ascensão do ser humano foi o Pelé - iniciou.

- O Pelé é uma figura muito especial. A gente não pode ficar comparando Pelé a ninguém, porque não tem ninguém comparável a Pelé em se tratando de jogador de futebol, de ser humano, e de comportamento, fino e educado que o Pelé tinha. Ele foi muito para o Brasil, foi muito para Santos, para a cidade de Santos, ele foi muito para São Paulo e ele foi muito para o Lula - concluiu.