Lukaku vai desfalcar a Bélgica pelo menos nas duas primeiras rodadas da Copa

O atacante belge Romelu Lukaku em sua chegada ao Catar, no dia 19 de novembro em Doha (AFP/ANDREJ ISAKOVIC)
O atacante belge Romelu Lukaku em sua chegada ao Catar, no dia 19 de novembro em Doha (AFP/ANDREJ ISAKOVIC)

A Bélgica realizou seu primeiro treino aberto ao público no Catar neste domingo sem o artilheiro Romelu Lukaku, que perderá os dois primeiros jogos da fase de grupos e reapareceria, no melhor dos casos, no último duelo da fase, contra a Croácia.

O atacante da Inter de Milão (de 29 anos) já viajou ao Catar lesionado e seu técnico, o espanhol, Roberto Martínez, admitiu quando anunciou sua lista de convocados para a Copa do Mundo há dez dias que Lukaku "não está apto do ponto de vista médico" para jogar.

Leia também:

Titular dos 'Diabos Vermelhos', Lukaku deve ficar ausente dos dois primeiros jogos, contra o Canadá na quarta-feira e contra o Marrocos no domingo, confirmou à AFP uma fonte próxima à seleção belga, e no melhor dos casos reapareceria contra os croatas no dia 1º de dezembro.

O desfalque de Lukaku deverá ser compensado pelo seu habitual reserva, Michy Batshuayi (Fenerbahce), embora o treinador belga também possa optar por dar uma chance ao jovem Loïs Openda (Lens), autor do gol na derrota para o Egito, na última sexta-feira, no último jogo de preparação.

A seleção belga chegou ao Catar na madrugada de sábado e horas depois fez uma sessão de recuperação em seu centro de treinamento em Salwa Beach, o mais distante de Doha, junto com o dos alemães, cem quilômetros ao sudeste do centro da capital.