Luiz Araújo exalta Ceni por bom desempenho ofensivo do Tricolor

Dono de um gol com a mão e duas assistências na goleada do São Paulo neste domingo, em cima do Santo André, pelo Campeonato Paulista, Luiz Araújo voltou a ser um dos destaques do forte ataque do Tricolor nesta temporada. Em mais uma oportunidade com muitos gols na partida, o líder do Grupo B parece não gozar à toa do bom desempenho ofensivo.

“A gente trabalha para isso (gols). Os atacantes trabalham muitas finalizações com o Rogério. Uma vez ele falou uma coisa engraçada: a vida toda ele jogou atrás e agora ele vai para frente”, disse o atacante ainda no Morumbi, logo após o confronto.

Perguntado sobre a principal polêmica do jogo, o seu gol, que foi de mão e aconteceu quando sua equipe tomava pressão do adversário, o jovem de 20 anos preferiu se esquivar.

“Senti que a bola raspou na coxa, mas não vi se ela bateu na mão ou não. Procurei me jogar na bola. Não vi o lance ainda, mas o mais importante foi que a bola entrou”, afirmou.

Em mais uma boa atuação com a camisa do São Paulo, Luiz Araújo se mostra feliz com a nova vitória no Campeonato Paulista, que dá confiança ao time. Ainda prometeu seguir com este estilo aguerrido, seja para atacar ou ajudar na recomposição.

“Feliz pela vitória do São Paulo hoje. Feliz também pela minha atuação. Sempre quando estou em campo procuro dar o meu melhor ou fazendo gols, ou dando assistências ou ajudando na marcação”, garantiu.

Um último ponto tocado pelo atleta foi em relação à disputa por vaga no ataque Tricolor. Ele exaltou a qualidade dos seus companheiros na ausência de Lucas Pratto, o principal nome do setor ofensivo do clube: “Isso mostra a força do grupo. Isso mostra que todos os atacantes são qualificados, não à toa estão no São Paulo. Hoje o ataque foi efetivo mais uma vez, ganhamos de 4 a 1. O mais importante é a vitória”, completou.

Embora esteja se destacando com assistências e gols, Luiz Araújo vem chamando atenção pela marcação. Na partida deste domingo, o atacante realizou quatro desarmes, o que fez dele o melhor do São Paulo nesse quesito no jogo. O empenho defensivo rendeu elogios do técnico Rogério Ceni após a vitória.

“Se ele quiser ser um jogador de sucesso aqui e na Europa, ele precisará fazer isso (marcar). Quando o Santo André colocou o jogador de velocidade no Junior (Tavares), pedi para ele dobrar a marcação e ele foi bem, apesar de ainda precisar que eu grite muito. Mas tenho que valorizar a dedicação dele para mudar isso”, avaliou Ceni, que também apontou no que o jogador precisa melhorar.

“Posso elogiá-lo e dizer que ainda tem potencial para criar no entendimento de jogo, na recomposição. Precisa ler mais o jogo como Cueva e Cícero, por exemplo”, concluiu o treinador.