Luisa Borges, do nado artístico, será atleta-repórter do Time Brasil nos Jogos Pan-americanos Júnior de Cali

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Ter a oportunidade de viver uma experiência inédita e ainda unir as duas grandes paixões de sua vida: esporte e jornalismo. Foi com esse pensamento que Luisa Borges aceitou o convite do Comitê Olímpico do Brasil (COB) para ser atleta-repórter do Time Brasil nos Jogos Pan-americanos Júnior Cali 2021.

Formada em Comunicação Social pela FACHA (RJ), a atleta olímpica de nado artístico vai produzir conteúdo da delegação brasileira no evento multiesportivo, que acontece entre os dias 25 de novembro e 5 de dezembro, na Colômbia.

- Fiquei muito feliz e animada com esse novo desafio, em um momento de transição de carreira. Quero levar cada vez mais o olhar dos atletas para as redes sociais do Time Brasil, aproveitando a minha experiência e tudo o que aprendi durante esses anos. Espero trazer todas as emoções que os Jogos Pan-americanos são capazes de oferecer - disse a atleta de 25 anos.

Luisa não é a primeira atleta a desempenhar a função de atleta-repórter em uma Missão do COB. Anteriormente, a pentatleta Yane Marques, bronze nos Jogos Olímpicos Londres 2012, atuou na cobertura digital durante os Jogos Pan-americanos Lima 2019, produzindo conteúdo para todas as plataformas do Time Brasil.

- Cada vez mais o COB tem envolvido os atletas brasileiros em suas coberturas. Tivemos uma experiência incrível com a Yane em Lima e agora teremos a Luisa, que é jornalista formada, atuando em todas as nossas plataformas - afirmou a diretora de Comunicação e Marketing do COB, Manoela Penna.

A atleta do Fluminense é um dos principais nomes do nado artístico brasileiro, tendo participado dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e de duas edições dos Jogos Pan-americanos: Toronto 2015 e Lima 2019. Nos Jogos Sul-Americanos de Santiago 2014, o dueto formado com Giovana Stephan garantiu a medalha de ouro para o Brasil e, quatro anos depois, em Cochabamba 2018, Luisa foi novamente ao pódio, dessa vez com Maria Clara Lobo, tendo conquistado a medalha de prata.

O torcedor brasileiro poderá acompanhar o Pan Júnior de Cali no Canal Olímpico do Brasil, que transmitirá o evento ao vivo. Além de Luisa, a equipe de repórteres do Canal na Colômbia será formada por Estella Gomes, João Barretto e Murilo Borges.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos