Luis Suárez critica realização da Copa América em meio à Covid-19: 'Saúde deveria ser prioridade'

·1 minuto de leitura

Enquanto que o Velho Continente "esfrega as mãos" para a disputa da Eurocopa - programada para ser iniciada a partir da segunda semana de junho -, a América do Sul 'quebra a cabeça' quanto à realização da Copa América.

Além de uma mudança de sede de última hora em virtude dos conflitos de ordem política e social na Colômbia, preocupa a situação pandêmica em território sul-americano, onde a Covid-19 segue fazendo estragos. Todo este complexo panorama faz com que alguns personagens importantes que disputarão a Copa América, como o centroavante Luis Suárez, se mostrem desconfortáveis com a manutenção da competição: em coletiva de imprensa repercutida pelo 'As', o uruguaio externou sua insatisfação.

Luis Suárez não escondeu seu incômodo com a manutenção do torneio | Wagner Meier/Getty Images
Luis Suárez não escondeu seu incômodo com a manutenção do torneio | Wagner Meier/Getty Images

Me chama a atenção e me surpreende que se dispute uma Copa América em meio à situação complicada que o continente está vivendo. É preciso dar prioridade à saúde do ser humanoLuis Suárez, em entrevista

O Uruguai fará a sua estreia na Copa América no dia 17 de junho, quando encara a Argentina. Antes disso, a Celeste Olímpica disputará dois compromissos válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2022: Paraguai, no dia 3 de junho; e Venezuela, no dia 8 de junho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos