Luis Enrique reassume cargo de técnico da Espanha

AFP
(Arquivo) Luis Enrique dá uma coletiva de imprensa na véspera de uma partida entre Espanha e Noruega qualificada para o Eurocup 2020, no estádio Mestalla em Valência
(Arquivo) Luis Enrique dá uma coletiva de imprensa na véspera de uma partida entre Espanha e Noruega qualificada para o Eurocup 2020, no estádio Mestalla em Valência

Luis Enrique voltará a ser o técnico da seleção espanhola, substituindo seu ex-assistente Robert Moreno, cinco meses depois de deixar o cargo devido à enfermidade e posterior falecimento de uma de suas filhas, anunciou nesta terça-feira o presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales.

"Hoje podemos confirmar que Luis Enrique volta ao seu cargo de trabalho", afirmou Rubiales em coletiva de imprensa na Cidade do Futebol de Las Rozas, em Madri.

Rubiales explicou que o próprio Robert Moreno foi responsável por repassar aos dirigentes da federação a informação de que Luis Enrique estava cogitando voltar a trabalhar.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Após refletir sobre o caso, o presidente da RFEF e seu diretor esportivo, José Francisco Molina, conversaram com Luis Enrique para lhe oferecer o cargo novamente.

"Perguntei então a Luis Enrique se ele estaria disposto a voltar ao cargo, e ele me disse que ficaria feliz em voltar e nos agradeceu por termos mantido nossa palavra", concluiu Rubiales.

Luis Enrique volta assim à seleção exatamente cinco meses depois de deixar a equipe em 19 de junho para apoiar sua filha Xana, que acabou falecendo poucos meses depois vítima de um câncer.

Leia também