Lugano diz que Arboleda foi burro e cita corintiano no elenco de 2003

Fellipe Lucena
LANCE!
Lugano falou sobre a multa aplicada ao zagueiro Arboleda (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium)
Lugano falou sobre a multa aplicada ao zagueiro Arboleda (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium)


Diego Lugano, ídolo e superintendente de relações institucionais do São Paulo, falou sobre o caso Arboleda nesta quinta-feira. De acordo com o uruguaio, o zagueiro foi "ingênuo e burro" ao vestir a camisa do Palmeiras durante as férias, mas não "mau-caráter".

- Está claro que é inadmissível que um jogador vista a camisa de um rival, seja no lugar que for, seja em São Paulo, de férias, na cidade dele... É inadmissível. Por isso, o clube decidiu multar o Arboleda. Mas cada caso é um caso e ninguém melhor que nós, melhor que eu, que conheço o vestiário e conheço o perfil do cara, para saber quando é ingenuidade e burrice e quando o jogador é mau-caráter, como talvez a torcida tenha pensado. Posso garantir que foi totalmente ingenuidade e muito de burrice. Ele não faz a mínima ideia se essa camisa verde é do México, da Bolívia, da Chapecoense, do Guarani, de Camarões ou do Palmeiras. Isso eu posso garantir. As redes sociais e um amigo engraçadinho se encarregaram de trazer esse problema para ele - disse Lugano.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O ex-zagueiro ainda citou um episódio de 2003 para diferenciar um jogador ingênuo de um mau-caráter, segundo ele.

- Para resumir ao torcedor o que eu acho que é mau-caráter, dou um exemplo. Em 2003, aqui na concentração do São Paulo, um companheiro comemorou um gol do Corinthians. Obviamente não vou falar o nome. Eu entendi que estava errado e dei um tapa na cabeça dele. Isso não se faz, por respeito a nós, que estamos aqui, por respeito à torcida, apesar que a torcida nunca fica sabendo disso. Isso é mau-caráter. O do Arboleda foi ingenuidade. Já passou, foi multado, entendeu, pediu desculpas. Tomara que seja um grande ano dele e que o torcedor consiga entender.

- O São Paulo multou ele, até para que não aconteça com outros atletas. Mas a diferença entre ingenuidade e mau-caráter é muito grande. O Arboleda treina forte, honra a camisa, é um jogador importante no elenco, muito mais neste ano, em que vamos jogar a Libertadores novamente, com partidas na altitude, onde ele joga normalmente com a sua seleção - emendou.

Arboleda foi multado após uma reunião com a diretoria em Cotia, onde o elenco ficou concentrado na semana passada. Segundo Lugano, ele estava envergonhado pelo vacilo.

- Em um segundo, por causa das redes sociais, todo mundo queria matar ele. Você se sente muito idiota pela cagada que fez, essa é a verdade. Dá muita vergonha. Ele se arrependeu, pediu desculpas. É a vantagem de você conhecer o cara, de saber quem é quem. Você sabe quando tem que proteger, perdoar, sem deixar de ser firme. Hoje, com as redes sociais, não se pode ter esses erros.




Leia também