Luciano comenta falhas do São Paulo: 'Não fizemos gol, eu perdi umas chances'

LANCE!
·2 minuto de leitura


Nesta quarta-feira (10), o São Paulo recebeu o Ceará, em confronto válido pela 35ª rodada do Brasileirão 2020. Após perder muitas chances, o Tricolor saiu atrás no placar, já aos 47 minutos do segundo tempo, em uma falha de Tiago Volpi, porém, quatro minutos depois, em uma cabeçada de Luciano, o time empatou a partida.


Veja como o São Paulo ficou na tabela depois deste empate com o Ceará!

Mesmo sendo o autor do gol, a atuação de Luciano não foi muito boa. O atacante esteve envolvido em diversas chances de gol durante a partida, mas não conseguiu convertê-las. Além dos erros do atacante, o goleiro do Vozão, o Richard, estava em uma noite inspirada.

O torcedor que assistiu o jogo ficou frustrado. O São Paulo jogou em cima do Ceará, jogou no campo de ataque, tendo 60% da posse de bola, porém não conseguiu converter as 15 finalizações, sendo 8 no gol, que fez antes de tomar um gol do Ceará.


A falta de eficiência do ataque fica ainda mais gritante ao analisar o recorte do primeiro tempo, onde o São Paulo foi ainda mais dominante. Foram 12 finalizações, sendo 6 no gol, só nos primeiros 45 minutos, contra apenas 3 do Ceará, que chutou apenas uma vez no gol. No placar porém, a igualdade, o zero a zero prevaleceu na primeira etapa.

O atacante Luciano reconheceu, após a partida, que o time pecou na conclusão das jogadas, inclusive se colocando como parte do problema, e, mesmo tendo um primeiro tempo melhor, não conseguiu convertê-lo em vantagem no placar:

- Comandamos no primeiro tempo, não fizemos gol, eu perdi umas chances.

O atacante também aproveitou para reafirmar o poder de reação da equipe de ir atrás do empate após tomar um gol ano fim do jogo, ressaltando que os trabalhos continuam:

- A derrota seria bem pior. Agora é trabalhar, pés no chão, ainda temos quatro jogos para ver o que podemos conseguir até o final.

Ainda sobre o futuro próximo da equipe, o atacante foi questionado a respeito da luta pelo título, a qual ele confirmou.

- A gente vai brigar até o final pelo título, a gente sabe que a situação não está fácil, mas a gente não pode perder a fé - afirmou o atacante.