Luciano brilha, São Paulo derrota o Juventude e se livra do rebaixamento no Campeonato Brasileiro

·4 min de leitura
Rogério Ceni falou da condição física de Luan e Luciano (Foto: Rubens Chiri)


O São Paulo venceu o Juventude na noite desta segunda-feira (06) por 3 a 1, no Morumbi, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gols de Luciano, duas vezes e Calleri. Sorriso diminuiu para o time de Caxias.

O resultado fez o São Paulo se livrar do rebaixamento, na 11ª posição, com 48 pontos. Já o Juventude está na 16ª colocação, com 43 pontos. O São Paulo encerra a temporada contra o América-MG, na próxima quinta-feira (09), às 21h30, no Independência. Já o Juventude encara o Corinthians no mesmo dia e horário, no Alfredo Jaconi.

JOGO COMEÇA E SÃO PAULO ABRE O PLACAR
​​A partida iniciou com o São Paulo buscando mais o ataque e tendo boas oportunidades. A primeira foi aos três, quando Luciano cortou a marcação dentro da área, mas cruzou em cima de Dawhan.

Dois minutos depois, aos cinco, saiu o gol do São Paulo. Rigoni cruzou da direita na cabeça de Luciano, que finalizou sem chances para Douglas, abrindo o placar para a equipe do Morumbi.

SÃO PAULO CONTNUA EM CIMA E DOUGLAS SALVA O JUVENTUDE
​Mesmo com a vantagem no placar, o São Paulo continuou criando oportunidades. Aos 27, em falta na entrada da área, Rigoni mirou o cantinho de Douglas, que se esticou e fez ótima defesa para evitar o segundo gol.

TRICOLOR AMPLIA O PLACAR NO FINAL DO PRIMEIRO TEMPO COM CALLERI
O São Paulo continuava tendo as rédeas da partida e ampliou o marcador aos 42 minutos. Reinaldo bateu escanteio no segundo pau, Luciano cabeceou sem força, mas Douglas espalmou para o meio da área. Calleri, bem colocado, tocou de cabeça para dentro do gol.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

JUVENTUDE COMEÇA SEGUNDA ETAPA PRESSIONANDO E DIMINUI
​A etapa final começou com a equipe de Caxias mais ligada. Aos sete minutos, Wescley invadiu a área do São Paulo driblando, mas Miranda chegou no carrinho e mandou para escanteio. Na cobrança, Arboleda tirou, afastando o perigo.

Com 13 minutos, o Juventude assustou em cobrança de falta. Chico bateu direto para o gol e a bola triscou a trave de Volpi. Até que aos 17, o Juventude diminuiu. Chico cruzou da esquerda, Michel Macedo dominou do outro lado e cruzou rasteiro. Sorriso, no meio da área, completou para o gol.

SÃO PAULO NÃO DÁ SOPA PARA O AZAR E AMPLIA O MARCADOR
Depois do gol do Juventude, o São Paulo passou a jogar mais apreensivo, permitindo algumas chegadas da equipe de Caxias do Sul. No entanto, o sustou durou apenas até aos 21 minutos. Miranda deu um chutão do campo de defesa, Forster vacilou e Luciano foi mais rápido para chegar na bola e tocar na saída do goleiro.

O Juventude tentou chegar aos 30 minutos. Chico bateu rasteiro e Volpi encaixou sem dificuldades.

JOGO FICA MORNO ATÉ O FINAL NO MORUMBI
Depois do terceiro gol do São Paulo, a equipe comandada por Rogério Ceni soube cadenciar bem a partida. enquanto o Juventude não conseguia levar perigo ao gol de Tiago Volpi.

Resultado merecido para o São Paulo, que agora pode respirar aliviado sem chances de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

SÃO PAULO X JUVENTUDE
Local:
Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 06/12/2021, às 19h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)
Assistentes: Éder Alexandre (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (Fifa-SC)
Gols: Luciano (1-0) (05'/1ºT), Calleri (2-0) (42'/1ºT), Sorriso (2-1) (17'/2ºT), Luciano (3-1) (21'/2ºT)
Cartões amarelos: Luciano, Arboleda, Liziero, Igor Gomes e Léo (SAO), Rafael Forster, William Matheus e Capixaba (JUV)
Cartões vermelhos:
Público e renda:
40.442 torcedores / R$ 1.015.299,00

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Igor Vinicius, Arboleda, Miranda e Reinaldo (Léo, aos 37'/2ºT); Rodrigo Nestor, Liziero (Gabriel, aos 20'/2ºT), e Igor Gomes; Luciano (Marquinhos, aos 30'/2ºT), Rigoni (Benítez, aos 37'/2ºT) e Calleri (Juan, aos 37'/2ºT). Técnico: Rogério Ceni.

JUVENTUDE
Douglas; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster (Rafael Bilu, aos 27'/2ºT) e William Matheus; Dawhan (Roberson, aos 39'/2ºT), Jadson (Capixaba, Intervalo), Guilherme Castilho (Bruninho, aos 27'/2ºT) e Chico; Sorriso e Ricardo Bueno (Wescley, aos 38'/1ºT). Técnico: Jair Ventura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos