Lucas Pires brilha no início do Brasileirão e lidera estatísticas no Santos

·2 min de leitura
Lucas Pires se destacou no Peixe na última Copinha (Foto: DIvulgação/Santos)


O lateral-esquerdo Lucas Pires é uma das maiores revelações do Santos na temporada. O jogador chegou ao Peixe em julho de 2021, após não renovar seu contrato com o Corinthians, se destacou na campanha do vice-campeonato da Copinha e foi promovido ao profissional no início do Paulistão.

O lateral era tratado como grande promessa da base do Corinthians, mas viu a situação contratual, que iria até 30 de setembro de 2021, se arrastar sem um acordo entre as partes. Assim, ele encaminhou uma rescisão antecipada de contrato com o rival santista.

Sua estreia com a camisa do Alvinegro praiano foi justamente contra seu ex-clube, na Neo Química Arena, em vitória santista por 2 a 1, com dois gols de Marcos Leonardo. Pires entrou na vaga de Felipe Jonatan e ajudou a equipe virar o placar. De lá em diante, cresceu na equipe.

Pelo Campeonato Brasileiro, entre os atletas do Santos, ele é o primeiro em desarmes (10), passes certos (94) e dribles (5). Em assistências, é o segundo colocado, com três passes, e o terceiro em finalizações ao alvo (2). Os dados são do Footstats.

Nascido no dia 24 de março de 2001, o atleta passou boa parte da vida no Jabaquara, bairro da grande São Paulo, e contou com apoio da avó para conquistar seu espaço no futebol.

- Desde pequenos queremos jogar bola. Não tinha muito dinheiro para pegar carro, então tem que pegar muito ônibus, metrô, comer no ônibus. Eu me lembro saindo de manhã da escola, comendo marmita dentro do metrô junto com a minha Avó, ela me levou sempre desde pequeno. Ela sempre foi meu maior apoio para seguir carreira e graças a Deus tô aqui hoje - disse Pires em entrevista recente.

O bairro do Jabaquara fica 70,5 km da cidade de Santos. Antes da chegada ao clube da Vila Belmiro, passou por uma escolinha santista ainda em seu bairro. Mas não demorou muito para ser chamado para a base do Peixe.

- Eu atuei um pedaço da minha vida lá. Como eu morava perto e queria jogar futebol, meu Avô falou que tinha uma escolinha do Santos e fomos. Tanto que eu lembro de um treino, era final, o Victor Andrade foi na época e comecei lá. Fiquei um pouco e depois vim para cá, para base do Santos mesmo, com 8 anos - apontou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos