Jornal italiano considera Paquetá um fracasso e brasileiro pode ser vendido

Lucas Paquetá e Piatek podem ser negociados nesta janela de transferência (AFP)
Lucas Paquetá e Piatek podem ser negociados nesta janela de transferência (AFP)


Os planos do Milan de 2019, com as chegadas de Lucas Paquetá e Piatek, fracassaram e o time não descarta uma possível venda dos dois jogadores para a próxima temporada, de acordo com informações publicadas nesta terça-feira no jornal italiano "La Gazzetta dello Sport". Contratados há exatos um ano, a dupla, segundo o periódico, não conseguiu entregar o que se esperava. O brasileiro está na mira do Paris Saint-Germain e pode ser negociado por 35 milhões de euros (R$ 158 milhões de reais).

O ex-jogador do Flamengo chegou ao Milan sendo tratado como um possível sucessor de Kaká. O clube rossonero apostou que o meia poderia levar a magia do ex-craque revelado no São Paulo, que teve sucesso na sua passagem por Milanello. O início de Paquetá foi positivo até a lesão no tornozelo direito. Nem com Giampaolo, nem com Pioli, o camisa 39 conseguiu o rendimento que se esperava. Atualmente, ele é a terceira opção no seu setor.

- Doze meses de aclimatação são mais que suficientes. A paciência acabou. O resultado? Ele também pode partir por 35 milhões de euros (R$ 158 milhões de reais). O Milan está esperando a oferta certa, mas o PSG está à espreita - disse a análise do jornal italiano.

Já Piatek, que teve um início bom depois de sair do Genoa, hoje amarga uma seca de gols e viu na chegada de Ibrahimovic uma ameaça para o seu posto. O atacante marcou apenas um gol nos últimos 10 jogos e seu futuro pode ser na Inglaterra. Ainda nesta semana, o polonês espera receber ofertas do mercado inglês e os principais interessados são West Ham e Aston Villa. O Milan espera receber cerca de 32 milhões de euros (R$ 145 milhões de reais).







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também