Lucas Moura, a esperança de um Tottenham sem Harry Kane até abril

Goal.com

O ponto alto do Tottenham ao longo desta campanha irregular em 2019-20 era o ataque. Se a defesa está abaixo da média, tanto nos últimos meses sob o comando de Pochettino quanto após a chegada de José Mourinho, o ataque resolvia jogos e muitas vezes evitava o pior. Mas nesta quinta-feira (09) o clube londrino deu uma péssima notícia aos seus torcedores.

Principal atacante do time, e artilheiro dos Spurs na atual temporada (11 gols, quase o dobro em relação aos demais), Harry Kane será desfalque até meados de abril. Uma lesão no tendão, sofrida na derrota por 1 a 0 para o Southampton, obrigou o inglês de 26 anos a se preparar para a cirurgia. Desta forma, o capitão do Tottenham irá perder boa parte do final desta temporada.

Ainda que tenha sofrido recentemente com lesões, desfalcando o clube em outras ocasiões, os números mostram o tamanho da falta que Harry Kane faz ao Tottenham. Nesta temporada, por exemplo, os londrinos não venceram nenhum dos quatro duelos em que o atacante não entrou em campo. Sem o camisa 10, a média de gols cai de 2.1 para 0.8 segundo estatísticas da Opta Sports.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Diante desta realidade, e sem contar com outro centroavante de referência no elenco, a imprensa inglesa já imagina uma atuação do clube na janela de transferências de janeiro.

Mas enquanto o Tottenham não contratar uma reposição, ou até mesmo se não trouxer ninguém, o torcedor que quiser lidar com esta notícia sob um prisma de otimismo vê em Lucas Moura a opção para ser o protagonista do time.

Isso porque na temporada passada, justamente no período em que Harry Kane esteve lesionado, foi quando Lucas escreveu seu nome na história do Tottenham. Com o time atuando com dois atacantes de maior mobilidade (geralmente o brasileiro e Heung-Min Son) o ex-São Paulo mostrou grande poder decisivo.

Lucas Moura Ajax Tottenham UCL 05082019
Lucas Moura Ajax Tottenham UCL 05082019
(Foto: Getty Images)

Na épica vitória por 3 a 2 sobre o Ajax, que levou os Spurs à final da última Champions League, Lucas Moura fez os três gols daquele duelo, mas depois voltaria a ser opção no banco de reservas após Kane se recuperar. Lucas não escondeu o descontentamento com a decisão de Pochettino, especialmente na decisão europeia perdida para o Liverpool.

Já sob o comando de José Mourinho, que desde sua chegada vem escalando o brasileiro com maior constância, Lucas atuou fazendo dupla de ataque com Heung-Min Son no empate por 1 a 1 com o Middlesbrough, no primeiro jogo após a mais recente lesão de Kane, e fez o gol do Tottenham.

Lucas Moura Tottenham 2019-20
Lucas Moura Tottenham 2019-20
(Foto: Getty Images)

Além da lembrança da última temporada, a chegada de Mourinho também otimizou o faro de gols de Lucas no clube inglês: com o técnico luso, o brasileiro tem aproveitado ainda mais as suas chances. Segundo a Opta Sports, a taxa de conversão em gol por tentativa subiu para 40% de sucesso em relação aos 18.7% que tinha sob o comando de Pochettino.

Sem Harry Kane, é possível imaginar um Lucas ainda mais protagonista no Tottenham. Mas o time precisa resolver outras questões, especialmente defensivas, para não ver o rendimento cair ainda mais.

Leia também