Lucas Hernandez "passou por um período difícil", diz técnico Hansi Flick

AFP
O zagueiro francês do Bayern de Munique, Lucas Hernandez, recebe tratamento médico durante o jogo da Bundesliga entre Bayern de Munique e Borussia Moenchengladbach, em 13 de junho de 2020 em Munique
O zagueiro francês do Bayern de Munique, Lucas Hernandez, recebe tratamento médico durante o jogo da Bundesliga entre Bayern de Munique e Borussia Moenchengladbach, em 13 de junho de 2020 em Munique

O defensor Lucas Hernandez, campeão mundial pela França em 2018 e contratado pelo Bayern por 90 milhões de dólares atravessou uma fase complicada, disse seu técnico Hansi Flick nesta segunda-feira sobre o jogador que sofreu uma lesão grave e depois não conseguiu mais se firmar como titular.

Questionado sobre os rumores de transferência do ex-jogador do Atlético de Madrid, Flick negou: "Ele tem um contrato conosco. Passou por um período difícil, e esteve ausente devido a uma lesão".

O jogador, que atua tanto na lateral quanto no miolo da zaga, sofreu uma ruptura do ligamento interno do tornozelo direito em outubro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ele é o segundo defensor mais caro do mundo (depois de Virgil van Dijk, transferido do Southampton para o Liverpool por 94 milhões de dólares). Segundo seu treinador, "todos os jogadores precisam de ritmo e ele ainda não conseguiu alcançá-lo".

"A defesa com quatro - Pavard, Davies, Alaba e Boateng - funcionou muito bem. Eles são sólidos defensivamente e, quando temos a posse de bola, eles têm muitas qualidades ofensivas", acrescentou.

"Lucas é um ótimo profissional. Agradeço seu comprometimento nos treinos, onde ele dá tudo de si. Mas desde novembro trabalhamos muito em táticas, treinamentos dos quais ele não participou. Mas vejo seu potencial", acrescentou.

No sábado, Lucas começou como lateral-esquerdo contra o Borussia Mönchengladbach, mas foi substituído no segundo tempo pelo jovem canadense Alphonso Davies.

Leia também