Luan vê Verdão como Brasil campeão olímpico no Rio: 'Sem bunda lá atrás'

William Correia
LANCE!


Com a suspensão de Felipe Melo, por acúmulo de cartões amarelos, Luan tem a chance de ser titular neste sábado, contra a Ferroviária. Será a segunda partida que o zagueiro inicia sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e faz elogios ao estilo ofensivo que o técnico implanta no Palmeiras em 2020, a ponto de compará-lo com a Seleção Brasileira campeão olímpica no Rio de Janeiro em 2016, com o defensor fazendo parte daquele grupo.

- Gosto de jogar assim. Jogamos assim nas Olimpíadas, bastante ativo e não reativo, atrás, buscando o gol primeiro, perdendo a bola na frente e tentando recuperar lá. Não botando a bunda atrás e esperando o adversário para contra-atacar. O professor Luxemburgo gosta que marque na frente, com linha alta. Trabalhamos bastante desde o início do ano e estamos super felizes com os resultados - comentou, sem criticar os estilos dos antecessores.


- Não é errado, até porque já deu certo aqui no Palmeiras. Fomos campeões brasileiros com um time com volante fixo, sempre guardando posição, e saíamos nos contra-ataques para matar os jogos, como um time muito letal. Com o Felipão, éramos um time muito agressivo no nosso campo de defesa e saía para o ataque, sempre fazíamos o gol. Cada um tem seu estilo.

Falando especificamente do que muda em sua posição com o time atuando mais adiantado, Luan avisa que, não necessariamente, precisará dar mais botes quando o Verdão for atacado. O zagueiro diz que qualquer ação precisa ser avaliada dentro do que ocorre na partida.

- Posso pegar umas bolas mais mano a mano no meio- campo ou atrasar um pouco, para o time se juntar se eu estiver em inferioridade numérica. Dois nossos contra três deles, não vou dar bote porque, se passa de mim, fica três para um. É leitura de jogo, depende muito do momento. Mas são propostas de jogo muito legais. Gosto muito de jogar assim e espero que dê certo - reforçou.

Luan vai para a sua sexta partida na temporada, a segunda como titular - atuou desde o início na vitória por 4 a 0 sobre o Oeste, quando Felipe Melo foi poupado. Saindo do banco, o zagueiro atuou nos dois jogos da Florida Cup (0 a 0 diante do colombiano Atlético Nacional e 2 a 1 sobre o norte-americano New York City) e nas vitórias por 1 a 0 sobre o Guarani, pelo Paulista, e 2 a 0 diante do Tigre, na quarta-feira, na Argentina, na estreia da Libertadores.

- Venho trabalhando forte desde o início do ano. Em todas as oportunidades que tive, procurei dar o meu melhor para ajudar, e não vai ser diferente agora. Vou tentar fazer o meu melhor em prol do coletivo. É um jogo difícil e a Ferroviária tem um bom time, mas vamos estar dentro da nossa casa e, diante da nossa torcida, vamos fazer o melhor para sair com a vitória - prometeu.

O Palmeiras enfrenta a Ferroviária às 17h deste sábado, no Allianz Parque, pela nona rodada do Campeonato Paulista. O clube ocupa a segunda colocação do Grupo B da competição, com 17 pontos, dois atrás do Santo André, líder da chave e dono da melhor campanha do Estadual no momento.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também