Luan ofusca Barrios e faz gol, mas Grêmio só empata em casa

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Na estreia de Lucas Barrios como titular, quem brilhou foi Luan. Neste domingo (19), foi o campeão olímpico com a seleção brasileira que evitou a derrota para o Veranópolis, na Arena. O placar de 1 a 1 se construiu, também, com falha do goleiro Léo no primeiro tempo.

O substituto de Grohe tentou colocar um chute fraco para escanteio, calculou errado a trajetória da bola e a viu entrar. O VEC saiu na frente. O Grêmio acordou apenas depois disso. Passou a pressionar e empatou graças a qualidade individual de Luan, que se livrou de dois marcadores dentro da área antes de fazer o gol.

Enquanto esteve em campo, Lucas Barrios não foi bem. O paraguaio não criou chances de gol e chamou mais atenção por reclamar da arbitragem do que pela presença na área rival. Aos 18 do segundo tempo, foi substituído para entrada de Everton.

Luan tentou criar o máximo que pôde quando atuou recuado como meia. Mas foi após a saída de Barrios que se deu melhor. No ataque, fez gol e passou a criar as melhores oportunidades do time tricolor.

Titular por conta da lesão de Marcelo Grohe, o goleiro Léo errou no gol do Veranópolis. Um chute fraco seria facilmente rebatido, mas acabou passando por cima dele. "Tomei uma decisão errada, queria colocar para escanteio", disse no intervalo da partida.

Nos primeiros 25 minutos, nada aconteceu. Grêmio e Veranópolis flertavam com o sono. Parecia que nenhum deles queria de fato abrir o marcador. Trocas de passes acabavam em erros, conclusões eram feitas apenas de longe e as movimentações ofensivas de parte a parte praticamente inexistiam. E seguiria assim não fosse uma falha do goleiro Léo. Um chute despretensioso de Gustavo, aos 25 da etapa inicial, acabou em gol. E foi o suficiente para acordar o Tricolor.

Com mais um ponto na classificação, o Tricolor agora soma 13, mesma pontuação do Veranópolis, e é terceiro colocado graças aos critérios de desempate. O VEC é quarto colocado. Na próxima rodada o Grêmio irá encarar o Novo Hamburgo, quarta-feira, fora de casa.

GRÊMIO VOLTA A CRUZAR NA ÁREA

Talvez o último legado de Roger Machado no time do Grêmio era a quase inexistência de cruzamentos na área. Em treinos e jogos, o atual técnico do Atlético-MG pedia que nas jogadas de linha de fundo os jogadores recuassem e buscassem as tramas pelo chão. Evitassem ao máximo erguer na área. Foi exatamente o contrário do que se viu neste domingo. Cruzamentos e mais cruzamentos miraram sempre em Lucas Barrios, que não conseguiu vitória pessoal em sua maioria.

Bastou o começo do segundo tempo para o Grêmio igualar o jogo. Após cruzamento, Luan mostrou que pode atuar recuado mas tem características de atacante. Entrou na área, se defendeu de defensores, deslocou o goleiro do Veranópolis.

Após os 18 minutos do segundo tempo, com a saída de Lucas Barrios do time, Luan tornou-se protagonista. Como atacante, o jogador passou a criar as principais chances do Grêmio. Fazendo a movimentação que acostumou-se no ano passado, retornando para entrada dos pontas, serviu Pedro Rocha, que perdeu chance clara. Em seguida, tramou com Everton e por pouco não marcou.

APOSTA PARA A LIBERTADORES

La Gata Fernández estreou pelo Grêmio. Aos 30 minutos do segundo tempo, substituiu Michel, deixando o Tricolor sem volantes em campo. Jaílson já tinha saído para entrada de Lincoln. O argentino é grande aposta do Tricolor para a Libertadores. Logo no primeiro lance, deu um belo lançamento e arrancou aplausos da torcida presente.

GRÊMIO

Léo; Léo Moura, Rafael Tyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel (Gata Fernández), Jaílson (Lincoln), Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Barrios (Everton).

T.: Renato Gaúcho

VERANÓPOLIS

Reynaldo, Vinícius Bovi, Zé Roberto, Léo D'Agostini e Jadson; Jonatan, Mateus Santana e Athos (Favoni); Eduardinho, Gustavo (Jean Carlos) e Kayron (Gil Mineiro).

T.: Tiago Nunes

Gols: Gustavo, do Veranópolis, aos 25 minutos do primeiro tempo; Luan, do Grêmio, aos 4 minutos do segundo tempo;

Cartões amarelos: Jadson (VEC), Mateus Santana (VEC), Athos (VEC), Jonatan (VEC); Lucas Barrios (GRE), Kannemann (GRE), Moura (GRE), Gastón Fernández (GRE);

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Roger Goulart