Luan é liberado de atividades no Corinthians após morte de amigo

Alexandre Guariglia
·1 minuto de leitura


Uma tragédia acabou tirando Luan do treinamento do Corinthians nesta sexta-feira e tirará o jogador também da atividade deste sábado. O camisa 7 foi liberado pelo clube após o assassinato de um grande amigo em sua cidade natal, São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Ele deve retornar a tempo de ser relacionado para o duelo com o Goiás, na próxima segunda-feira. A informação foi dada primeiramente pelo UOL e confirmada pelo LANCE!.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Oito anos do título Mundial do Corinthians: saiba onde estão os jogadores

Wendel Oliveira, de 28 anos, foi assassinado a tiros na noite da última quinta-feira. Segundo o site "Diário da Região", o rapaz estava encostado em sua moto, quando dois homens, também em uma moto, passaram pela rua, se aproximaram e atiraram contra o carpinteiro, que morreu no local.

Por se tratar de um de seus melhores amigos de infância e por ser como um "irmão" para o jogador, Luan recebeu autorização do Corinthians para acompanhar o sepultamento de Wendel, além de prestar as condolências à família do rapaz. A polícia ainda investiga as causas do assassinato.

O clube liberou o meia-atacante por dois treinamentos (sexta-feira e sábado), sendo assim, Luan é esperado para retomar as atividades no domingo, véspera do duelo com o Goiás, em que deve começar no banco de reservas. A ausência não deve tirá-lo da lista de relacionados. O Alvinegro enfrenta o time goiano, às 20h, na Neo Química Arena, pela 26ª rodada do Brasileirão-2020.