Luís Castro lamenta queda de rendimento do Botafogo contra o Cuiabá e evita 'jogar a toalha'


O técnico Luís Castro admitiu que o Botafogo se desestabilizou diante dos gols sofridos na derrota por 2 a 0 para o Cuiabá no Nilton Santos. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o comandante alvinegro lamentou os erros de conclusão da equipe que custaram um novo tropeço como mandante.

- É fato que temos melhores resultados fora de casa do que em casa. O porquê disso acontecer: sobre hoje, foi claramente a incapacidade de transformar em gol as quatro oportunidades claras que tivemos antes do gol do Cuiabá. Se fizéssemos, haveria paz para nos levar a outro resultado - disse.

>> ATUAÇÕES: Gabriel Pires e Daniel Borges vão mal no Botafogo

Aos seus olhos, o panorama foi mudado a partir do primeiro gol do Dourado.

- O gol do Cuiabá deixou a equipe um pouco instável. Há um jogo até o 1 a 0 e há um jogo fundamentalmente pior depois do 2 a 0. Fomos uma equipe boa até esse momento, mas a partir do 1 a 0 fizemos um jogo fraco - afirmou.

O treinador também saiu em defesa do elenco alvinegro, que saiu de campo sob vaias.

- Eu não esqueço do que meus jogadores fizeram para, a quatro rodadas do fim, estarmos lutando por uma vaga na Libertadores. Sei o que passamos ao longo da temporada, todas as dificuldades e o quanto trabalharam para saírem de momentos difíceis. Não fecho os olhos para o que de mal acontece na equipe, faço sempre uma reflexão do que aconteceu no jogo e não esqueço do passado - disse, antes de seguir.

- Ali foi para dizer que chegamos até aqui juntos e vamos juntos até o final, vamos continuar nosso trabalho juntos para vencer os próximos jogos - completou.

Perguntado sobre a busca pela vaga na Libertadores de 2023, Castro foi veemente.

- Quando atingirmos a Copa Sul-Americana, vamos olhar sempre para cima. E como está praticamente fechada, não garantida 100%, olharemos sempre para cima e isso significa continuar olhando para a Libertadores. O máximo que podemos ficar é a cinco pontos nesta rodada. Como tem nove pontos em disputa, vamos continuar lutando. Vamos sempre lutar pelo maior objetivo - garantiu.

O Botafogo volta a campo na próxima segunda-feira (7) para visitar o Atlético-MG, no Mineirão.