Lote com vacinas contra Covid-19 doadas pela Conmebol chega ao Aeroporto de Guarulhos

·1 minuto de leitura


Os imunizantes contra Covid-19 doados pela Conmebol chegaram na manhã desta quinta-feira ao Brasil. Em postagem divulgada em suas redes sociais, a entidade máxima do futebol sul-americano confirmou que as 20 mil doses da vacina Sinovac Biotech Ltd. desembarcaram no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

A Conmebol detalhou qual será a rota dos imunizantes da farmacêutica chinesa. Cerca de 5 mil doses tendem a ser destinados para pessoas que trabalham com o futebol. O restante ficará à disposição do país no combate ao novo coronavírus.

"Um pouco mais de 5000 doses irão rumo ao campo de futebol, enquanto o governo brasileiro decidirá o destino do saldo restante. Juntos venceremos a pandemia!", afirmou a entidade.

Em abril, a Conmebol recebeu 50 mil doses da vacina Sinovac. O planejamento da organização era destinar os imunizantes à Copa América e ao futebol sul-americano. A vacinação teve início com jogadores, técnicos e funcionários, deixando cerca de 20 mil doses separadas para o Brasil.

De acordo com o mais recente balanço feito pelo Ministério da Saúde, foram realizados 25.795 testes de RT-PCR para monitorar possíveis casos durante a competição. Entre eles, 165 pessoas testaram positivo para Covid-19, sendo 37 jogadores e membros da delegações, 125 prestadores de serviços terceirizados e três integrantes da Conmebol - estafe que inclui arbitragem, médicos e equipe logística.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos