Ex-jogador do Torino que escapou da Tragédia de Superga morre aos 92 anos

EFE

Roma, 10 abr (EFE).- O ex-jogador italiano Sauro Tomà, último integrante do Torino que teve parte dos jogadores mortos, devido a Tragédia de Superga, em 1949, morreu nesta terça-feira aos 92 anos, informou o clube, em comunicado oficial.

O antigo defensor vestiu a camisa 'granate' entre 1947 e 1950, conquistando dois títulos do Campeonato Italiano.

Por causa de uma lesão, que acabou abreviando sua carreira de jogador, Tomà não morreu no acidente de avião ocorrido em 4 de maio de 1949, quando a delegação do Torino voltava de Lisboa, após amistoso com o Benfica, já que ele ficou fora da partida.

A aeronave colidiu contra os muros do jardim da Basílica de Superga, em Turim, vitimando toda a delegação, composta de jogadores, integrantes da comissão técnica, dirigentes, entre outros.

O clube destacou, em comunicado, que, embora tenha escapado de morrer, Tomà nunca escondeu "uma tristeza melancólica, que o acompanharia durante toda a existência". EFE


Leia também