Lorenzo celebra ritmo em Austin, mas ainda vê Ducati atrás das rivais

Neste domingo, foi realizado o Grande Prêmio das Américas, em Austin, terceira prova do Mundial de 2017 da MotoGP. Jorge Lorenzo, que disputa seu primeiro campeonato com Ducati, conquistou seu melhor resultado com a equipe, nono lugar, e afirmou que o resultado superou a expectativa inicial. Mesmo assim, o tricampeão ressaltou qual o objetivo principal do time.

“Somando tudo, a corrida foi melhor do que eu esperava, pelo menos em relação ao meu ritmo dos treinos e da classificação. Estava mais rápido do que nunca na corrida. Mesmo assim, não estamos aqui para lutar pelo nono lutar, mas sim para brigar com a Yamaha e a Honda, mas no momento isso não é possível. O positivo é que estamos mais perto do que antes”, declarou o espanhol.

Apesar de ter sido um resultado comemorado nas devidas proporções, Lorenzo exaltou que pretende lutar por melhores posições nas outras corridas, e exaltou que teve problemas com um dos pneus, o que contribuiu para que Andrea Iannone e Danilo Petrucci conseguissem a ultrapassagem no final da corrida.

“Com certeza não estamos satisfeitos com a posição final, porque o nosso alvo é muito maior, mas em relação ao ritmo, demos um passo à frente nesta corrida. Se eu não tivesse tido um problema com o pneu dianteiro, acho que eu teria terminado a corrida em sétimo, atrás de Dovizioso, mas a situação piorou nas últimas voltas, e Iannone e Petrucci me ultrapassaram também”, finalizou.

Após as três primeiras corridas, Lorenzo aparece apenas na 13ª colocação do Mundial de pilotos, com 12 pontos conquistados. A próxima prova da temporada da MotoGP acontece no dia 7 de maio, na Espanha.