Londrina divulga vídeo que registra grito de "macaco" durante jogo contra o Brusque

·2 minuto de leitura


Nesta terça-feira, o Londrina divulgou um vídeo que sustenta a denúncia de racismo sofrido pelo meia Celsinho. Em seu conteúdo, é possível ouvir um grito de "macaco" durante o jogo contra o Brusque, pela Série B do Brasileiro. A publicação é em tom de resposta à nota publicada pelo clube de Santa Catarina, que acusou o jogador do Tubarão de "falsa imputação do racismo".

+ Veja a posição do seu time na Série B

- Em resposta à nota oficial do Brusque, a qual indica como oportunista a vítima Celso Luis Honorato, no ato por ele sofrido de racismo e ainda, em meio as inverdades proferidas sobre o caso, o Londrina vem a público expor o vídeo em que, no áudio ao fundo, se escuta, de maneira clara e indubitável, vindo da arquibancada, o xingamento de 'macaco', conforme relatado pelo meia -escreveu o clube.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Diante da repercussão negativa da primeira nota divulgada, no entanto, o Brusque voltou a se manifestar na última segunda-feira. Em novo comunicado, o clube de Santa Catarina se desculpou com Celsinho e classificou como 'momento infeliz' o documento que minimizava a injúria racial sofrida pelo meia.

É a terceira vez que Celsinho é vítima de racismo nesta Série B. No empate sem gols contra o Goiás, a transmissão da Rádio Bandeirantes Goiânia foi marcada por ataques ao meia. O narrador Romes Xavier e o comentarista Vinícius Lima fizeram comentários preconceituosos sobre o cabelo do jogador. E em confronto contra o Remo, o atleta também ouviu ofensas ao seu cabelo afro pelo narrador da Rádio Clube do Pará.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos