Londina posta vídeo com grito de 'macaco' durante jogo contra o Brusque

·2 minuto de leitura
Celsinho aponta para a pessoa que teria cometido o ato racista (Foto: Beno Kuster Nunes/AGIF)
Celsinho aponta para a pessoa que teria cometido o ato racista (Foto: Beno Kuster Nunes/AGIF)

Após o Brusque acusar o jogador Celsinho de "falso racismo" e pedir desculpas depois da reação pública, o Londrina postou um vídeo em suas redes sociais que mostra o momento em que um integrante do contingente do clube catarinense comete racismo contra um jogador da equipe paranaense.

No vídeo postado, capturado da transmissão oficial da partida, é possível ouvir um grito de "macaco" vindo das arquibancadas. 

Leia também:

"Em resposta à nota oficial do Brusque, a qual indica como oportunista a vítima Celso Luis Honorato, no ato por ele sofrido de racismo e ainda, em meio as inverdades proferidas sobre o caso, o Londrina vem a público expor o vídeo em que, no áudio ao fundo, se escuta, de maneira clara e indubitável, vindo da arquibancada, o xingamento de 'macaco', conforme relatado pelo meia", postou o clube nas redes sociais.

O Londrina ainda informa que, junto ao atleta, está tomando as medidas cabíveis para buscar a punição dos envolvidos no incidente, inclusive esportivamente.

Na partida entre as duas equipes, disputada no último sábado (28), pela Série B, Celsinho chamou a atenção da arbitragem para as ofensas que recebia de pessoas que estavam na arquibancada. Na súmula, Fabio Augusto Sá Júnior relatou que um integrante do estafe do Brusque gritou para armador: "Vai cortar esse cabelo, seu cachopa de abelha".

"Uma equipe recém-promovida para a Série B do Brasileiro estar cometendo um ato desses é inadmissível. Mas providências serão tomadas", prometeu Celsinho.

Em outras duas partidas da Série B, o cabelo de Celsinho foi motivo de piadas e reclamações de racismo. Contra o Goiás, em 17 de julho, narrador e comentarista da Rádio Bandeirantes de Goiânia disseram que o atleta parecia "uma bandeira de feijão" e que seu corte era "um negócio imundo". Os dois foram afastados pela emissora após pedirem desculpas nas redes sociais.

Na rodada seguinte, quando o Londrina enfrentou o Remo, narrador da Rádio Clube de Belém chamou o cabelo do atleta de "ninho de cupim". Ele também foi afastado.

* Com informações da Folhapress

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos