Lolo Fernández, o ídolo cujo rosto foi pintado pela torcida no Monumental

Matheus Dantas
LANCE!
Rosto de Lolo Fernández está eternizado na arquibancada do Monumental (Foto: Matheus Dantas/Lancepress!)
Rosto de Lolo Fernández está eternizado na arquibancada do Monumental (Foto: Matheus Dantas/Lancepress!)


Sob os "olhares atentos" de Lolo Fernández, a decisão da Copa Libertadores será disputada neste sábado em Lima, no Peru, entre Flamengo e River Plate (ARG). Afinal, o ex-atacante e maior ídolo do Universitário, clube que atua no Monumental, é quem teve o rosto pintado e eternizado na arquibancada do estádio por torcedores, por quem Lolo Fernández é amado e idolatrado.

Loló Fernandez estreou pelo Universitário em 29 de novembro de 1931, com então 18 anos. Dois anos depois, foi artilheiro do torneio nacional e passou a defender a seleção nacional. A sua história no futebol foi até 30 de agosto de 1953, quando aposentou-se aos 40 anos. E ele apenas defendeu o Cremas.

Na partida final de sua carreira, marcou três gols no clássico com o Allianza Lima. O centroavante é o maior goleador da história do time, com 156 gols. Além do rosto pintado no Setor Oriente, Lolo também foi homenageado com uma estátua na entrada principal, além de imagens espalhadas por todo local.

Em sua trajetória, Lolo Fernández ajudou o Universitário a conquistar seis vezes o título peruano, além de ter sido artilheiro do nacional em sete anos. Lolo faleceu em setembro de 1996, - o projeto do estádio ainda era desenvolvido -, mas está eternizado na memória e em todas homenagens locais, nas quais aparece vestindo uma toca de cozinha na cabeça, em homenagem a sua mãe.


BRASILEIRO MARCOU O PRIMEIRO GOL DO ESTÁDIO

O projeto do estádio iniciou-se em 1991, mas a inauguração aconteceu apenas no dia 2 de julho de 2000. Na inauguração do Monumental, o Universitário venceu o Sporting Cristal por 2 a 0. O primeiro gol da história do estádio foi marcado pelo atacante brasileiro Eduardo Esídio, artilheiro crema naquele ano.

A construção do estádio próprio era um sonho do clube desde a década de 20. Passaram mais de 60 anos até o projeto ser encorpado. Em 1990, os sócios aprovaram por unanimidade o projeto da construção do Monumental e, no dia 18 de janeiro de 1991, a pedra fundamental foi colocada.

A inauguração foi no clássico contra o Sporting Cristal - como citado acima - e, desde então, é a casa dos jogos do Universitário. Estádio de maior capacidade na América do Sul atualmente, o Monumental recebe a seleção peruana esporadicamente. O Peru costuma mandar seus jogos no Estádio Nacional.

O Monumental também foi palco de grandes concertos desde sua inauguração. Recebeu Paul McCartney, em 2011, Guns N´Roses e Rolling Stones, em 2016.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também